bonecas2
Opinião

As ‘bonecas namoradeiras’

Ao longo do mês de Fevereiro, comemora-se em Vila Verde, o “Namorar Portugal”, que é um conjunto de iniciativas e apresentações de produtos cujo tema são os motivos dos lenços dos namorados.

Sem dúvida que se trata de uma promoção importante para artesãos, empresários e empreendedores que com muita criatividade criam novos produtos, cada vez mais inovadores e cada vez mais bonitos, sempre com a imagem de marca dos lenços dos namorados.

São muitos e variados os produtos alusivos ao tema:  Desde o glamour dos sapatos bordados, aos bombons de chocolate (experimentem os de maracujá), sem esquecer os bordados da Camila, os artigos de papelaria, as receitas de amor e tantos outros, aos que se juntam os que serão dados a conhecer durante este mês.

De entre todos esses magníficos produtos com os motivos dos lenços dos namorados, neste espaço de opinião, quero-vos falar daqueles que fazem brilhar os meus olhos: as bonecas namoradeiras!

Com formas e cores femininas, as bonecas namoradeiras parecem estar a recitar um poema. Refletem a alma, a beleza e a delicadeza da mulher. Imagino eu que o seu corpo em forma de coração será em homenagem ao amor que a mulher tem dentro de si para dar a quem ama, tal qual uma flor que bem tratada nos encanta com o seu perfume. E eu não consigo deixar de me enamorar por uma destas bonecas sempre que por elas passo.

Este texto é a minha homenagem à capacidade empreendedora e inovadora das criadoras das bonecas namoradeiras, pela sua capacidade de transformar um produto em arte! E enquanto arte que são, só tenho pena que por falta de legislação não sejamos capazes de proteger esta ideia.

Temos a honra de ter instalada em Vila Verde a ADERE-MINHO, única entidade nacional certificadora dos Lenços dos Namorados. Acredito estar para breve a legislação sobre a certificação do artesanato, que valorizará os produtos genuínos, com certificação, diferenciando-os e valorizando-os positivamente, tal como já acontece com os lenços dos namorados certificados.

Ao longo deste mês, além de promover, devemos por isso cuidar, proteger e valorizar os artesãos e as suas obras de arte que têm como segredo do sucesso… a sua autenticidade!

Print Friendly

Comentários

Siga-nos!

RSS
Follow by Email
Facebook
YouTube

Última edição

Já nas bancas!

Publicidade