PJ
País

PJ apanha gang que “limpava tudo” entre Braga e Aveiro

Em comunicado à imprensa, a Polícia Judiciária anunciou hoje a detenção de 11 suspeitos da autoria de mais de 15 roubos à mão armada a bancos, ourivesarias, farmácias, restaurantes, residências e veículos, entre Braga e Aveiro.

Os detidos, e segundo nota enviada, são dez homens e uma mulher, “presumíveis autores de roubos perpetrados com recurso a armas de fogo, que praticaram de forma reiterada e organizada”, com “especial incidência” na área metropolitana do Porto.

“Em algumas das ações criminosas, nomeadamente em roubos de veículos por ‘carjacking’, os suspeitos utilizaram sinalização sonora e luminosa no veículo em que se transportavam, fazendo-se, deste modo, passar por agentes de autoridade”, acrescenta o comunicado, referindo que os veículos roubados, após serem usados em assaltos, eram incendiados ou vendidos.

Na madrugada da passada terça-feira, a PJ desencadeou uma operação policial na região do Grande Porto, visando aquele grupo, com o objetivo de dar cumprimento a cerca de 30 mandados de busca domiciliárias e não domiciliárias.

Nessa operação, a PJ apreendeu automóveis, armas de fogo, disfarces, produto estupefaciente e outros artigos e documentos com “elevado interesse” probatório.

Polícia Judiciária (CMj)
Polícia Judiciária (CMj)
Os detidos têm idades compreendidas entre os 19 e os 46 anos, sendo que alguns deles já têm antecedentes criminais por crimes da mesma natureza.

Print Friendly

Comentários

Siga-nos!

RSS
Follow by Email
Facebook
YouTube

Última edição

Já nas bancas!

Publicidade

Publicidade