IMG_6056 (1)
Braga Cultura Desporto País Vila Verde

Artista que “zipou” Vila Verde numa tela entregou CR7 em fogo no hotel da seleção em Braga

Depois de pintar Vila Verde, num “zip” de monumentos, Santiago Belacqua, artista bracarense, dedicou-se aos rostos portugueses. Aproveitando a estada na cidade de Braga da seleção nacional de futebol, Belacqua subiu ao Bom Jesus do Monte para surpreender tudo e todos com um Cristiano Ronaldo, tamanho metro e meio por metro e meio, e que fez as delícias dos atletas, fãs e todos que pelo hotel da seleção passaram.

“Estou a pintar a portugalidade. Rostos de pessoas como Amália, Fernando Pessoa e outros icons portugueses. Foi uma coincidência feliz. Pois já estava a pintar o CR7 e foi um amigo meu que lembrou que a seleção ia estar em Braga. Vim cá para ele ver esta obra que faz parte de um conjunto de rostos que estou a preparar”, afirmou Santiago Belacqua, artista que de uma pequena exposição entre amigos chegou “às mãos” do papa Franscisco. Santidade que ficou apreciadora da forma como Belacqua dá vida às igrejas e monumentos que transporta para as telas.

O artista, natural de Vila Nova de Famalicão, mas convertido à cidade dos arcebispo onde reside, já pintou figuras como papa Francisco ou sentimentos da arquitetura religiosa e fragmentos monumentais (Portugal Monumental) de cidades que lhe valeram exposições na Assembleia da República, Parlamento Europeu, Torre de Menagem em Braga, Theatro Circo, e outros locais de renome.

IMG_6051 IMG_6050

Print Friendly

Comentários

Siga-nos!

RSS
Follow by Email
Facebook
YouTube

Última edição

Já nas bancas!

Publicidade

Publicidade