dadores
Esposende

Dadores de Sangue foram recebidos pelo Presidente da Câmara Municipal de Esposende

Associando-se às comemorações do Dia do Dador de Sangue de Esposende, que a Associação Humanitária dos Dadores de Sangue do Concelho de Esposende levou a afeito, o Presidente da Câmara Municipal de Esposende, Benjamim Pereira, recebeu, nos Paços do Concelho, as Associações de dadores de sangue geminadas com a Associação local.

A receção teve lugar no Salão Nobre e contou com a participação, para além da Associação Humanitária dos Dadores de Sangue do Concelho, das Hermandades de Donantes de Sangre de Toledo e Navalmoral de La Mata, da Federación Regional de Donantes de Sangre de Castilla–La Mancha, da Hermandad de Donantes de Sangre de Badajoz, de Espanha e da Association des Originaires du Portugal de Corbeil-Essonnes, França, a quem o Presidente da Câmara Municipal deu as boas vindas, fazendo uma breve apresentação do concelho e das políticas do Município de apoio às famílias e às empresas, assim como às associações. Benjamim Pereira referiu que, dentro das suas possibilidades, a Câmara Municipal tem vindo a apoiar as instituições, entre as quais os Bombeiros Voluntários e a Cruz Vermelha Portuguesa, contribuindo assim para garantir o socorro e o apoio às populações.

Reconhecendo de inteira justiça a homenagem aos dadores de sangue do concelho, o Presidente da Câmara Municipal manifestou abertura para vir a apoiar a edificação em Esposende de um monumento a todos quantos, através do seu gesto solidário, têm ajudado a salvar vidas, acrescentando que, no mesmo espírito de homenagem e de reconhecimento, a Câmara Municipal tem já previsto erguer o Monumento ao Combatente, no âmbito da evocação da 1.ª Grande Guerra.

Benjamim Pereira aproveitou a oportunidade para elogiar o trabalho abnegado e empenhado do Presidente da Associação Humanitária dos Dadores de Sangue do Concelho de Esposende, Adelino Marques, considerando que é um exemplo de “verdadeiro altruísmo”. Agradeceu a todos aqueles que, com todo o seu empenho e dedicação ao próximo, possibilitam continuar a salvar vidas, considerando que é preciso reforçar o caráter da família para fomentar o espírito solidário.

Considerando a receção nos Paços do Concelho uma honra para os dadores de sangue, o Presidente da Associação Humanitária dos Dadores de Sangue do Concelho expressou palavras de agradecimento à Câmara Municipal pelo apoio que tem prestado à instituição, nomeadamente a realização de duas dádivas anuais para os trabalhadores do Município. Num discurso emocionado, Adelino Marques realçou o papel do Dador de Sangue e a importância de celebrar o Dia do Dador, bem como a generosidade de todos aqueles que, de forma abnegada, doam sangue, destacando o “índice interessante” de dadores do concelho – 60 por 1000 habitantes, e de dádivas – 45 doações por 1000 habitantes. Tomando como exemplo o caso de Catalunha, em Espanha, onde existe um Monumento ao Dador de Sangue, Adelino Marques lançou o desafio à Câmara Municipal para erguer em Esposende idêntico monumento, não só para homenagear os dadores do concelho, mas também para mostrar que “este é um concelho solidário”, concluindo que esta seria “a melhor prenda” para os dadores esposendenses.

Para além da receção nos Paços do Concelho, cerimónia na qual foram distinguidos os dadores esposendenses com 10, 20 ou 40 dádivas, o Programa do Dia do Dador incluiu uma sessão de intercâmbio e troca de experiências, na qual a Câmara Municipal se fez representar através da Vereadora responsável pela área da Saúde Pública, Raquel Vale, que falou sobre “A Intervenção do Município na Promoção da Saúde: Plano Municipal de Promoção da Saúde”.

Print Friendly

Comentários

Siga-nos!

RSS
Follow by Email
Facebook
YouTube

Última edição

Já nas bancas!

Publicidade

Publicidade