MRPP.0_thumb[4]
País

Fundador do PCTP/MRPP diz que atentados de Nice são “ato legitimo de guerra”

Arnaldo Matos, político português e fundador do PCTP/MRPP, escreveu um editorial no jornal do mesmo partido, o “Luta Popular”, onde classifica os atentados de Nice como “um ato legítimo de guerra”.

“Devemos deixar aqui muito bem esclarecido e estabelecido: os atos de resistência dos povos explorados, oprimidos e agredidos não são atos terroristas; são atos legítimos de guerra, sejam praticados na frente de combate, se houver frente de combate, sejam praticados no interior do país imperialista agressor, como sucedeu nos ataques levados a cabo em Nova Iorque e em Washington, em Paris, em Londres, em Madrid ou em qualquer outro lugar onde o imperialismo possa ser atacado pelos povos agredidos, como ocorreu anteontem em Nice”, escreveu Arnaldo Matos, indo mais longe.

“Todas as guerras contra o imperialismo são guerras justas, guerras de resistência e acabarão por triunfar”, disse, acrescentando que “atos de guerra como os levados a cabo pelos jiadistas franceses em Paris, Bruxelas e Nice, podem ocorrer brevemente em Portugal praticados por jiadistas dos países onde tropas portuguesas estão a atacar povos estrangeiros, designadamente no Afeganistão, no Iraque, no Chade, no Mali, na Somália e na República Centro Africana”,

Print Friendly

Comentários

Siga-nos!

RSS
Follow by Email
Facebook
YouTube

Última edição

Já nas bancas!

Publicidade

Publicidade