mara-alves-bw
Mara Alves Opinião

Opinião de Mara Alves: “O Orçamento 2017”

A entrega do Orçamento é no nosso país há uns anos para cá um circo mediático tremendo. O documento onde consta as principais linhas orientadoras da Gestão do Estado para os próximos doze meses, é um momento importante e deve ser visto como tal, mas em serenidade e não à velocidade que a imprensa lhe confere.

Mas vamos a factos. Este é o primeiro Orçamento do Estado do Governo PS, liderado por António Costa. É aquele em que podemos analisar as linhas ideológicas, estratégicas e políticas escolhidas. Sabemos que temos Bruxelas à perna com a “velha” história do défice. Sabemos que não podemos puxar os cordões do lado da despesa porque a receita irá estremecer. E sabemos também que o crescimento interno é enfraquecido. Sabemos nós mas melhor que nós sabe o ministro das Finanças, que apesar disso, lembrou que em 2017 é necessário dar mais ênfase às exportações e ao investimento. Na verdade, numa coisa a direita tem razão, este Orçamento que aí vem assenta numa lógica de aumento de impostos.

Porém, este aumento de impostos revela a genuína marca da esquerda, e das esquerdas. Porque eles situam-se ao nível dos impostos indiretos, do consumo e do património. São impostos que dizem ao país uma coisa muito simples: quem tem menos ao consumir paga como quem tem mais. Se juntarmos o tímido aumento nas pensões e a eliminação progressiva da sobretaxa no próximo ano, não me parece um orçamento mais social desde que a Troika por cá chegou em 2011. Mas um país tão sacrificado como o nosso nos últimos anos precisava respirar. Resta saber se finalmente o arco do poder em Portugal conseguirá gerir sustentavelmente o barco, sendo que serão necessários ainda mais cortes, e manter, ao mesmo tempo, a coesão social sem mais mazelas de maior.

Colocar Portugal na rota do crescimento económico e preservar a proteção social é o grande desafio para 2017 e anos seguintes. Para este ou qualquer Governo que tenhamos.

Print Friendly

Comentários

Siga-nos!

RSS
Follow by Email
Facebook
YouTube

Última edição

Já nas bancas!

Publicidade