PNPG
Destaque Região Terras de Bouro

PCP continua a pedir diretor para o Parque Nacional da Peneda Gerês

O PCP continua a exigir um diretor para o Parque Nacional da Peneda Gerês (PNPG). Em audiência com a Secretária de Estado do Ordenamento do Território e da Conservação da Natureza, Carla Cruz, deputada na AR do PCP eleita por Braga frisou que não chega o reforço de vigilantes da natureza.

A ação decorreu ontem na Assembleia da República em audição do Ministro do Ambiente no âmbito da discussão da especialidade da proposta de orçamento de estado para 2017.

Nessa audição, a deputada do PCP eleita pelo círculo eleitoral de Braga, questionou o governante sobre a Gestão do Parque Nacional Peneda Gerês, designadamente da “a concretização do modelo de gestão de proximidade a aplicar às áreas protegidas”. A deputada questionou mesmo o Governo se esta gestão de proximidade contemplava a afectação ao PNPG de um diretor próprio.

Em resposta, a Secretária de Estado do Ordenamento do Território e da Conservação da Natureza informou que o modelo de gestão de proximidade contempla “reforço orçamental, alargamento e contratação de mais vigilantes da natureza e dotá-los de equipamentos”.

Disse, ainda, no que toca ao PNPG que o modelo de gestão de proximidade abrange também a criação de 10 equipas para sapadores florestais, o envolvimento ativo da população, dos municípios e das associações. Para além disto, vão avançar com a criação de programas especiais de ordenamento das áreas protegidas.

O PCP considera “positivo o envolvimento das populações, dos municípios e associações na gestão, da contratação dos vigilantes da natureza e das equipas de sapadores”.

No entanto o PCP não  deixa de afirmar que “o modelo apresentado não responde cabalmente às necessidades do PNPG”.

“O PCP reafirma que o PNPG precisa de um Diretor exclusivo, bem como de reforço de meios financeiros para cumprir integralmente os propósitos que estiveram na base da criação do Parque Nacional e não deixará de se bater por esse propósito”, disse Carla cruz, deputada eleita por Braga.

O Ministro do Ambiente chegou mesmo a falar num diretor para o PNPG, situação que afinal não está ainda definida. “Nós aplaudimos este reforço de vigilantes, mas a também queremos, e como temos vindo a pedir desde há algum tempo, um diretor para o Parque Nacional”,  afirmou Carla Cruz, questionou o governo sobre a Gestão do PNPG, designadamente da “a concretização do modelo de gestão de proximidade a aplicar às áreas protegidas”.

Print Friendly

Comentários

Siga-nos!

RSS
Follow by Email
Facebook
YouTube

Última edição

Já nas bancas!

Publicidade