ff-facebook
Destaque Vila Verde

Comentário no Facebook sobre a Câmara de Vila Verde acaba em processo no tribunal

Um ajuste direto entre a Câmara de Vila Verde e uma empresa de consultoria motivou um processo de difamação por parte dessa mesma empresa, contra quatro pessoas que deixaram comentários e partilhas, em tom irónico, nas redes sociais.

Fernando Feitor terá feito a partilha inicial, com Júlio Zamith e Ana Fernandes a (re)partilharem a publicação.  Arménio Lira terá comentado de forma conivente, e os quatro acabaram por ser constituídos arguidos depois de Gabriela Araújo, irmã do vereador do ambiente, Patrício Araújo, e gerente da empresa de consultoria “Clever Solutions”, ter imposto uma ação em tribunal contra os comentários e partilhas dos quatro arguidos na rede social “Facebook”, onde apontavam de forma irónica, uma alegada promiscuidade por a empresa em questão ser de uma familiar de um membro do executivo.

Gabriela Araújo, assistente queixosa no processo, pede ainda dois mil euros de indemnização aos quatro arguidos, segundo o processo a que o Semanário V teve acesso, e que decorre no Tribunal de Braga.

(Notícia completa na edição impressa do Semanário V, a 23 de novembro)

 

Print Friendly

Comentários

Siga-nos!

RSS
Follow by Email
Facebook
YouTube

Última edição

Já nas bancas!

Publicidade