Auditório Santa Casa de Vila Verde
Auditório Santa Casa de Vila Verde
Destaque Vila Verde

Orçamento para 2017 da Santa Casa de Vila Verde ultrapassa os 20ME

A Assembleia Geral da Santa Casa da Misericórdia de Vila Verde (SCMVV) aprovou, por unanimidade, o Plano de Atividades e Orçamento de Exploração Previsional e Investimentos para o ano de 2017, com um total de receitas (e igual montante de gastos) de cerca de 20 milhões e 460 mil euros.

Para além da verba, o SCMVV projetou ainda a conclusão da construção do Colégio Dom João de Aboim, instituição que vai albergar ensino de 1º ciclo, e a requalificação do lar de idosos, cujas obras estão já em fase final.  A SCMVV quer ainda criar centro de dia em Valbom São Pedro, no antigo edifício da junta de freguesia, contíguo à ERPI de Valbom São Pedro, em parceira com a União de Freguesias de Valbom S. Pedro, S. Martinho e Paçô.

No plano também está previsto a ampliação do Lar Residencial e do Centro de Atividades Ocupacionais e a construção do Lar/ERPI em Marrancos para 40 utentes.

Ao nível das valências sociais, a Santa Casa mantém o acolhimento de cerca de 350 crianças creche e jardim de infância), 300 idosos (em ERPI, apoio domicílio, centro de dia, internamentos) e 90 utentes na cantina social.

Destaca-se ainda que ao nível dos acordos de cooperação com o Centro Distrital da Segurança Social de Braga, mas que continuam desfasados da realidade da instituição, pois existem 100 utentes (entre crianças e idosos) extra acordos.

Na saúde, destaca-se o Hospital de Vila Verde que, depois da ampliação e renovação do edifício em si, foi alvo de renovação nos equipamentos do departamento de Imagiologia, sendo que agora dispõe de três ecógrafos topo de gama, mamógrafo (com radiações muito reduzidas, único no país), dois raio-x’s digitais e a ressonância magnética.

Especial destaque também para as unidades de cuidados continuados  de longa e média duração que estão sempre com a ocupação a 100%, com vasta lista de espera.

Relativamente à nova unidade de cuidados continuados criada no edifício do Hospital de Vila Verde, a Santa Casa aguarda por acordo de cooperação para as 17 camas de convalescença, ficando assim a unidade completa (considerando as 33 camas já ocupadas).

De referir que o montante que esta Instituição recebe a título de subsídios/comparticipações da Segurança Social para acolher os cerca de 750 utentes (crianças e idosos) representa apenas cerca de 10% do total das receitas desta Instituição.

“O documento aprovado por unanimidade, contém ainda o Parecer do Definitório que é favorável e evidencia a boa gestão e sustentabilidade da instituição, cujos valores constantes no Orçamento estão devidamente sustentados no exercício de 2015 e nos dados já conhecidos da execução de 2016. Termina este Parecer louvando a qualidade dos documentos em análise e as ações nele propostas”, refere a SCMVV em comunicado de imprensa.

Print Friendly

Comentários

Siga-nos!

RSS
Follow by Email
Facebook
YouTube

Última edição

Já nas bancas!

Publicidade