José Morais
Destaque Vila Verde

José Morais reage e diz que “Vilela não é Vila Verde”

José Morais, vereador socialista da Câmara Municipal de Vila Verde (CMVV) veio a público reiterar as acusações ao executivo liderado por António Vilela sobre o não cumprimento do contrato da empresa que recolhe o lixo em Vila Verde, Ecorede/Rede Ambiente, com a CMVV.

António Vilela, em declarações ao Semanário V, afirmou que as acusações do vereador eram uma “grande mentira”, acusando Morais de “envergonhar Vila Verde”. Na resposta, Morais diz que “sobre o contrato da recolha de lixo, é o Presidente da Câmara que envergonha Vila Verde e os vilaverdenses porque não é capaz de defender os interesses da nossa terra”, leu-se em comunicado enviado à imprensa pelo vereador.

“Nesta questão em concreto, de a empresa não cumprir o contrato, levantei a questão formalmente em reunião de câmara e o presidente remeteu-se ao silêncio. Não se trata de uma opinião política, tratam-se de factos: a empresa Ecorede/Rede Ambiente, responsável pela recolha de lixo não cumpriu com o contrato. E os factos são indesmentíveis”, acusa Morais. No entanto, António Vilela afirmou que respondeu a José Morais, dizendo-lhe que as respostas seriam dadas em local próprio, na próxima reunião de câmara.

José Morais afirma no entanto que “sobre a quase totalidade desses pontos de incumprimento contratual, tenho um email da presidência de câmara que confirma que a empresa não cumpre com esses pontos previstos no contrato. Aliás, confrontei também o presidente de câmara com esse email, tendo uma vez mais ficado sem resposta pois o presidente, confrontado com isso, optou uma vez mais pelo silêncio”, acusa o também líder da concelhia Socialista.

“O presidente de câmara anda cansado e nervoso e parece ter substituído os argumentos pelos insultos. Tem de se habituar a que a sua ação política seja escrutinada e tornada pública. Nesta matéria não tem argumentos políticos e para tentar esconder o facto de não estar a agir, como é sua obrigação, sobre o incumprimento da empresa, lança acusações e confunde-se a ele próprio com o concelho. Vilela não é Vila Verde”, diz o vereador, acrescentando que “Vila Verde é muito mais do que a pequenez de Vilela”, questionando ainda o “que estará por detrás de tanta crispação e nervosismo?  É assunto que merecerá toda a nossa atenção nos próximos tempos e que deve preocupar também todos os vilaverdenses”, termina o vereador em nota enviada à imprensa.

(Notícia completa no Semanário V, 30 de novembro)

Print Friendly

Comentários

Siga-nos!

RSS
Follow by Email
Facebook
YouTube

Última edição

Já nas bancas!

Publicidade