andreia-santos-1
Andreia Santos Opinião

Opinião de Andreia Santos: “Porque podemos!”

“Don´t get cynical. Don´t ever think you can´t make a difference”. Esta recomendação foi proferida por Barack Obama, após a eleição de Donald Trump para Presidente dos Estados Unidos. Escrevo este artigo na semana em que Lisboa recebe o Web Summit, o acontecimento da energia “brutal” das possibilidades. E… em aparente contradição, apetece perguntar: como é que é perder a capacidade de sonhar? Algumas vezes perdemos a crença no futuro da humanidade necessária para fazer a diferença. Quando nos conformamos e desistimos de nós mesmos, desacreditando que a Terra pode girar…

O discurso do Ex-Presidente está alinhado com os resultados das pesquisas que mostram que o “otimismo, como a esperança, significam ter a expetativa forte de que, em geral, tudo na vida vai acabar por correr bem, apesar dos recuos e frustrações. Da perspetiva da inteligência emocional, trata-se de uma atitude que protege as pessoas de se tornarem apáticas, desanimadas e deprimidas perante dificuldades. Tal como a esperança, sua prima, o otimismo traz recompensas provadas nas nossas vivências. Um otimismo realista, sem ingenuidade.” Como em muitos outros momentos, inspiradores, o compromisso de Obama é com os seres humanos e a sua fé inabalável corresponde ao perfil desejado aos dias de hoje.

Esta é também a semana do TEDx de Braga, que pediu a todos os participantes um livro para construir uma Biblioteca de Grandes Ideias. Um livro importante e carismático que depois farão chegar à comunidade. Bem hajam.

Estamos num tempo em que precisamos de todos e uns dos outros cada vez mais e em boa verdade o sol nasce todos os dias. Olhar para os melhores exemplos à nossa volta, largar o discurso desesperançado e pessimista, entender que Lisboa é linda cheia de gente de outros países e que Braga nos ilumina de cor com as mantinhas azuis ou vermelhas, já colocadas para o frio nas esplanadas, é essencial. Não paremos de nos sentar e conversar, trocando ideias. De aprender.

É claro que termos dificuldades, muitas e valentes. Mas e apesar disso, estamos cá. Cada um com o seu gesto. Para mudar o mundo.

Porque podemos.

Print Friendly

Comentários

Siga-nos!

RSS
Follow by Email
Facebook
YouTube

Última edição

Já nas bancas!

Publicidade