rally ponte de lima
Desporto Região

Ponte de Lima. Rally de Portugal traz três milhões e meio de euros de retorno

Através do “Estudo do Impacto Direto do WRC Vodafone Rally de Portugal na Economia do Turismo”, neste caso reportado à escala municipal de Ponte de Lima, da responsabilidade do CIITT (Centro Internacional de Investigação em Território e Turismo), sob a coordenação de Fernando Perna, foi possível estimar que no caso do Município de Ponte de Lima, este terá assegurado entre 3.292.510 euros a 3.625.347 euros de valor de retorno económico direto (despesas de adeptos e equipas) em resultado da participação do Município na organização e acolhimento na edição de 2016.

Ainda segundo o Estudo em causa, o retorno direto é efetuado maioritariamente no setor da restauração (alimentação e bebidas), transportes internos e alojamento. O Rally de Portugal, organizado pelo Automóvel Clube de Portugal em parceria com alguns municípios, conforme é referido, promove novas procuras em novos momentos e espaços, contribuindo para a atenuação da sazonalidade dos fluxos turísticos ao longo do ano.

Será também interessante destacar que, dos adeptos não residentes que assistiram a pelo menos uma das etapas do Rally em 2016, 43,2% são nacionais enquanto 56,8 % têm origem no estrangeiro (Espanha, França, Alemanha e ouras origens). Relativamente aos fluxos turísticos internacionais salienta-se a expectável origem de 47,9 % de adeptos de Espanha, sendo que destes 65,7 % vem da Galícia. Trata-se efetivamente de um mercado de proximidade prioritário no evento e na região, tal como tem vindo também a ser reconhecido pelo Município de Ponte de Lima relativamente a outros eventos, nomeadamente através do reforço da promoção turística naquele território.

Estes dados vêm demonstrar a importância e ganhos locais proporcionados pelo evento atestando quanto à estratégia que tem vindo a ser preconizada pelo Município no respeita à aposta num calendário diversificado de eventos, realizados durante todo o ano, com destaque para aqueles de dimensão e projeção internacional, como é o caso do Rally de Portugal e o seu importante contributo na economia local contribuindo, de forma inequívoca, para a competitividade e identidade da escala regional.

Este é ainda um evento que em muito prestigia os territórios envolvidos, indutor de ganhos de imagem e de produtividade económica e social local, e um excelente veículo de divulgação dos recursos e potencialidades existentes em cada território. Consciente destes impactos, o Município de Ponte de Lima continua a apostar e a querer envolver-se ainda mais na organização deste evento. Assim, para além do apoio logístico que é normalmente dado, o apoio financeiro para edição de 2017 será relativamente superior ao assumido em anos anteriores, no total de 57.000,00 €, o que efetivamente se justifica perante o retorno económico expectável, estando positivamente demonstrada a taxa de rentabilidade do investimento efetuado.

O WRC Vodafone Rally de Portugal 2017 irá realizar-se de 18 a 21 de maio, estando a etapa de Ponte de Lima agendada para o dia 19.

Print Friendly

Comentários

Siga-nos!

RSS
Follow by Email
Facebook
YouTube

Última edição

Já nas bancas!

Publicidade