Ponte da Barca
Região

Ponte da Barca. Município investe 2 milhões de euros na regeneração urbana

O Município de Ponte da Barca assinou, no passado dia 23 de fevereiro, o contrato de financiamento associado ao plano de ação de regeneração urbana de Ponte da Barca.

Destinado à materialização dos projetos integrantes no Plano de Ação de Renegação Urbana de Ponte da Barca, encontra-se assegurado um apoio do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) no montante global de 1.221.607,00€. A dotação financeira referida inclui ainda 18.845,00€ atribuídos ao Instrumento Financeiro para a Regeneração Urbana.

São nove, os projetos principais a financiar por esta via, os quais totalizarão um investimento previsto de 1.435.688,96€, distribuído pela requalificação da Escadaria Condes da Folgosa, com 53.839,53€ de investimento elegível (candidatura aprovada e obra executada), beneficiação da Av. da Liberdade, com 155.926,00€ de investimento elegível (candidatura aprovada e obra em curso), qualificação da envolvente ao Estádio Municipal, com 158.582,63€ de investimento elegível (candidatura aprovada), requalificação e refuncionalização do edifício Stº. António do Buraquinho, com investimento elegível de 357.240,00€ (candidatura pré-aprovada), requalificação da rua Plácido Vasconcelos e das respetivas infraestruturas, com 216.000,00€ de montante elegível (candidatura pré- aprovada), reabilitação de edifício para Núcleo de Apoio ao Empreendorismo e Centro de Negócios, com investimento elegível de 294.400,00€; (candidatura pré-aprovada), qualificação do espaço público do Bairro Social (Stº António), com valor elegível de 95.000,00€; (candidatura pré-aprovada), qualificação do espaço público da rua Frei Tomás de Sousa com 50.200,00€ de investimento elegível (candidatura pré-aprovada) e gestão e animação da área urbana, com investimento elegível de 54.500,00€ (candidatura pré-aprovada).

Para além das ações principais enumeradas, o plano de ação aprovado prevê a realização de ações complementares que, no entanto, não têm nesta data financiamento comunitário assegurado, nomeadamente: reforço das condições de usufruto da zona ribeirinha (troço da ecovia entre a foz do rio Vade e a ponte Românica), com investimento previsto de 297.362,20€;

Paralelamente, o município de Ponte da Barca tem assegurado, através do Plano de Ação para a Mobilidade Sustentada – PAMUS, o financiamento da operação ‘Circulação pedonal e ciclável na Avenida Fernão Magalhães’, com valor elegível orçamentado em 351.350,40€.

Print Friendly

Comentários

Última edição

Já nas bancas!

Publicidade

Publicidade