quartel freixo ponte de lima bombeiros
Destaque Vila Verde

Bombeiros. Quartel do Freixo reabre e vai servir população de Vila Verde

O quartel dos bombeiros de Freixo, em Ponte de Lima, reabre na terça-feira (25), após obras de requalificação superiores a 300 mil euros para permitir “mais eficácia e melhores condições de trabalho”, informou hoje a câmara, e vai servir também as freguesias de Rio Mau, Goães, Portela das Cabras, Arcozelo, Escariz São Martinho, e Escariz São Mamede.

A secção de bombeiros daquele quartel serve uma população de 50.681 mil habitantes, dando também apoio aos concelhos vizinhos de Barcelos (freguesias Alheira, Panque, Cossourado, Balugães) e Viana do Castelo (Carvoeiro).

Em causa está o edifício da secção de Freixo dos bombeiros voluntários de Ponte de Lima – que tem 35 efetivos, a maioria voluntários – composto por um único piso.

A intervenção, agora concluída, visa “valorizar e dignificar os funcionários dos bombeiros, através de melhores condições de trabalho, modernização e melhoria de qualidade dos serviços de proteção e socorro que a associação humanitária presta à população, bem como complementar o edifício num espaço mais funcional e organizado”.

A inauguração daquela empreitada, orçada em mais de 318 mil euros, está marcada para terça-feira, às 11:00, com a presença do secretário de Estado da Administração Interna, Jorge Gomes.

A Câmara de Ponte de Lima apoiou a ampliação e beneficiação do quartel dos bombeiros de Freixo, disponibilizando o terreno e adiantando o financiamento para a obra, cofinanciada pelo Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (PO SEUR).

A obra, da responsabilidade dos Bombeiros Voluntários de Ponte de Lima, contou também com o apoio da União de Freguesias de Ardegão, Freixo e Mato.

A candidatura foi apresentada, em setembro de 2015 e as obras começaram na primavera de 2016.

Na altura, a autarquia liderada por Victor Mendes (CDS) destacou a importância da intervenção por se tratar de “um equipamento fundamental no âmbito dos serviços de proteção civil existentes em Ponte de Lima, tendo em conta a distância daquela freguesia à sede do concelho, permitindo assim uma maior cobertura do território e uma resposta mais rápida em situações de emergência”.

A obra contemplou a ampliação do espaço operacional, através da construção de uma estrutura adjacente ao atual edifício, em terreno cedido, em direito de superfície, pela câmara municipal.

Print Friendly

Comentários

Siga-nos!

RSS
Follow by Email
Facebook
YouTube

Última edição

Já nas bancas!

Publicidade