Cultura Destaque Vila Verde

Vila Verde. Folclore encheu Santo António e noite que “Tito” transformou em dia

“O Santo António de Vila Verde continua a bombar”.  È desta forma que alguns jovens vila-verdenses descreveram noite de ontem que, mais uma vez, encheu a Praça de Santo António com folclore e “after party”.

O  Festival Luso-Espanhol atraiu milhares de forasteiros já durante a tarde, com um desfile etnográfico pelo centro da vila, antes de pisarem o palco.

A iniciativa foi organizada pelo Grupo Folclórico de Vila Verde (GFVV) e contou com a presença (além do grupo anfitrião) do Grupo Folclórico da Pedralva Anadia (Beira Litoral / Bairrada), do Rancho Folclórico Sampaense S. Paio de Gramaços (Oliveira do Hospital / Beira Alta Serrana), do Rancho Folclórico e Etnográfico do Reguengo da Parada (Caldas da Rainha / Alta Estremadura), do Rancho Folclórico da Golegã (Ribatejo), doRancho Folclórico de Fortios Portalegre (Alentejo) e do Grupo de Danzas “Familia Castellana” Miranda de Ebro – Burgos (Castilla y Leon – Espanha).

O público não arredou pé durante mais de duas horas de espetáculo. Depois, mesmo com o palco já vazio, a animação prosseguiu na Praça de Santo Antóniono After Party com o DJ Tito. Uma noite para duros que só acabou de dia.

Um encontro de culturas

O presidente do Município de Vila Verde, António Vilela, saudou uma iniciativa folclórica que se revela “um encontro entre culturas, extremamente interessante para o público e que também ajuda a valorizar o território”.

“Temos um programa rico e diversificado que se estende até ao dia 13 de junho graças às centenas de pessoas que se mobilizam para fazer desta festa uma das melhores da zona Norte do país”, afirmou António Vilela, deixando ainda uma palavra de apreço para os grupos de folclore do concelho, que considerou serem “autênticos embaixadores da cultura” e da “tradição”.

Desporto, tradição e cultura em destaque no segundo dia das Festas de Santo António de Vila Verde

O dia de ontem começou com uma Cãominhada que juntou os apaixonados por animais e os seus amigos de quatro patas numa jornada de convívio, partilha e algum exercício físico à mistura. A tarde prosseguiu com um leque muito diversificado de atividades, entre as quais, o Rally Paper da Bullire, uma aventura à descoberta do património, da tradição e das deslumbrantes paisagens naturais do concelho. As charadas, jogos e quebra-cabeças compuseram o figurino e tornaram a prova mais interessante e divertida.

Não muito longe do centro da vila, no Campo de Tiro, a Prova de Sto António de Tiro aos Pratos trouxe até Vila Verde alguns dos mais hábeis praticantes da modalidade a nível nacional, numa competição disputada e emotiva, que entusiasmou os participantes e a plateia.

 

Print Friendly

Comentários

Siga-nos!

RSS
Follow by Email
Facebook
YouTube

Última edição

Já nas bancas!

Publicidade