Horácio Ferreira, Sónia Fertuzinhos e José Morais
Horácio Ferreira, Sónia Fertuzinhos e José Morais
Destaque Vila Verde

Autárquicas. Horácio Ferreira apresentado pelo PS à Junta de Cervães

Cervães e os cervanenses saíram, ontem à noite, à rua para assistir à apresentação de Horácio Ferreira como candidato do Partido Socialista a presidente da Junta de Freguesia. Inicialmente prevista para uma sala que servirá de sede da campanha de Horácio Ferreira, a sessão de apresentação do candidato socialista em Cervães, que foi conduzida por José Morais, candidato a presidente da Câmara Municipal pelo PS, teve que ser deslocalizada para um espaço exterior, na Avenida Sobral, dada a elevada afluência de pessoas.

Perante cerca de duas centenas de pessoas, José Morais começou por frisar o apoio incondicional a Horácio Ferreira e apontar as vias rodoviárias, o abastecimento de água e o desenvolvimento da rede de saneamento, como os três vetores chave, da aposta do PS em Cervães e no Concelho de Vila Verde.

Para além da forte moldura humana, a sessão de apresentação de Horácio Ferreira como candidato do PS, em Cervães, ficou marcada pela presença de nomes de relevo no seio do PS, como foram os casos da deputada da Assembleia da República, Sónia Fertuzinhos, do dirigente distrital, Jorge Costa, de João Ferreira, que é diretor do Centro Distrital de Braga da Segurança Social e de Luís Castro, o cervanense que lidera o PS de Vila Verde na Assembleia Municipal.

Durante o seu discurso, José Morais, para lá dos três vectores mencionados, sublinhou a importância de uma das medidas estruturantes já anunciadas pelo Partido Socialista para o Concelho de Vila Verde, a Variante Sul que ligará vários parques industriais e empresariais e agilizará a mobilidade nas freguesias do Sul. Com uma futura ligação à A3, próxima da freguesia de Cervães, pela qual o PS pugnará junto do Governo central, sairá fortalecido o tecido económico e ficarão criadas as condições ideais para maior atração de empresas e criação de empregos no Concelho.

A deputada do PS, Sónia Fertuzinhos, fez questão, por seu turno, de frisar que Vila Verde “pode e merece mais do que aquilo que tem tido” e que, do que conhece de Horácio Ferreira, “os cervanenses podem ter a certeza que terão um presidente extremamente interventivo e combativo, pelos interesses da Freguesia”. “Cada vez conheço melhor Vila Verde, porque me desloco cá regularmente. Pelo que tenho visto, o poder instalado leva 20 anos de fracassos, sem atender os anseios dos Vilaverdenses, por exemplo, no que diz respeito à água e ao saneanento, vetores vitais para o desenvolvimento da qualidade de vida das populações”, lamentou, antes de referir também que “nunca foram capazes de resolver os problemas das acessibilidades”, tendo inclusive, “desperdiçado muitos dos fundos comunitários para o efeito”. Sónia Fertuzinhos sublinhou, ainda, que revê em José Morais “todas as qualidades e capacidades para inverter a situação”. “José Morais é um homem que colocará o Trabalho e a Seriedade ao serviço de Vila Verde e dos Vilaverdenses. Será um excelente Presidente de Câmara”, afirmou.

Tendo em conta as prioridades, para o concelho, defendidas pela candidatura Socialista ao Município de Vila Verde, Horácio Ferreira, que encerrou os discursos, apontou baterias à necessidade de “colocar uma equipa de trabalho ao serviço da Freguesia e de todos os seus habitantes”, garantindo aos cervanenses um programa de atuação baseado na aposta em respostas sociais e na melhoria dos cuidados de saúde prestados na freguesia de Cervães.

Print Friendly

Comentários

Siga-nos!

RSS
Follow by Email
Facebook
YouTube

Última edição

Já nas bancas!

Publicidade