Familia Gonçalves
Destaque Vila Verde

Gomide. Família Gonçalves com a vida em suspenso depois de tragédia familiar

Maria de Fátima Gonçalves, habitante de Gomide, vive momentos dificieis no seio familiar. Mãe de dois filhos, um dos quais com paralisia cerebral, a gomidense viu a irmã morrer repentinamente há três meses, e acabou por ficar com os dois sobrinhos órfãos ao encargo – uma criança de 12 e um rapaz de 17 – mas a família de Maria de Fátima não tem possibilidades financeiras para manter toda a gente.

O marido, inválido, vai arranjando trabalhos esporádicos que lhe pedem, e ela está desempregada, depois de uma experiência como pastora que correu mal.

Podia ser a pessoa mais feliz do mundo se não fosse esta tragédia

A tragédia persegue Maria de Fátima. O marido, pedreiro, teve um acidente de trabalho – caiu de uma obra em construção – onde partiu as pernas, impossibilitando-o de trabalhar. A filha, Cláudia, de 21 anos, tem paralisia cerebral, e requer cuidados especiais por parte da mãe, que lhe dedica grande parte do tempo. “A minha filha Cláudia está confinada a uma cama, só sai para ir para o CAO da APPCDM e volta para casa”, conta. “Tem sido muito complicado mas amor não lhe falta, e já nos ajudaram a construir esta casa com condições adaptadas para a Cláudia”, diz Maria de Fátima.

(Notícia completa na edição impressa n.º 79 do Semanário V, já nas bancas em Vila Verde, Braga e Amares)

Print Friendly

Comentários

Siga-nos!

RSS
Follow by Email
Facebook
YouTube

Última edição

Já nas bancas!

Publicidade