Praia do Faial
Destaque Vila Verde

Prado. CDS-PP pede explicações a António Vilela sobre interdição no Faial

O CDS-PP de Vila Verde emitiu hoje um comunicado onde divulga algumas questões feitas a António Vilela, presidente da Câmara de Vila Verde, relacionadas com a interdição das águas do Cávado, junto à praia do Faial, em Prado.

Em comunicado assinado por Paulo Marques, candidato à CMVV pelos centristas, é referido inicialmente que se mantêm “ano após ano os problemas com a qualidade da água da praia do Faial”, e que “em 2017, novamente, a praia está interdita para banhos, com custos relacionados”.

O CDS-PP considera que, e suportado em decreto-lei, os partidos políticos têm de “acompanhar, fiscalizar e criticar a atividade dos orgãos do estado”.

Nesse sentido, Paulo Marques quer saber o que já foi feito para identificar a fonte de poluição da água, se a AGERE já foi questionada sobre este tema, se já foi quantificado o custo do impacto negativo da interdição da água em Prado e no concelho de Vila Verde e se já foram identificados os custos das perdas dos comerciantes locais.

Na mesma carta, o CDS-PP deixa a sugestão de investimento de recursos numa estratégica de animação de verão forte para a praia do Faial, ao género do investimento feito na “Festa das Colheitas ou Namorar Portugal”, de forma a “movimentar gente e colmatar as perdas verificadas neste episódio vergonhoso para o concelho de Vila Verde”.

Print Friendly

Comentários

Siga-nos!

RSS
Follow by Email
Facebook
YouTube

Última edição

Já nas bancas!

Publicidade