filipe-lopes
Filipe Lopes Opinião

Opinião de Filipe Lopes: “Jacintos-de-água invadem rio Cávado”

Os Jacintos-de- Água são plantas aquáticas flutuantes que se desenvolvem preferencialmente em rios de fluxo lento ou lagoas de água doce. Reproduzem- se rapidamente por meios vegetativos, mas também produzem frutos e sementes em abundância. Possuem grande capacidade de tolerância e absorção de poluentes como, por exemplo, águas contaminadas por esgoto.

Atualmente Portugal atravessa um período de seca extrema, inclusive no Minho, o que deriva que os rios levem pouca água, reduzindo drasticamente a sua qualidade, onde esta “praga” tem todas as condições de se propagar evasivamente, como está a acontecer no Rio Cávado nos últimos dias. Os jacintos-de- Água impedem a entrada de luz solar e a oxigenação das águas, com graves consequências para fauna e flora, e as zonas afetadas por esta praga sofrem taxas de evaporação três a quatro vezes acima do normal.

A decomposição da planta aumenta os níveis de procura química e biológica de oxigénio, podendo chegar ao ponto de impossibilitar o consumo humano ou o uso agrícola da água.

Deve-se alertar os Municípios para esta “praga” pois devem estar atentos à sua propagação, pois a água é vital para o desenvolvimento da Agricultura, bem como para o consumo humano.

Print Friendly

Comentários

Siga-nos!

RSS
Follow by Email
Facebook
YouTube

Última edição

Já nas bancas!

Publicidade