PM
Braga Destaque

Braga. Fiscalização do estacionamento passa a competência da Polícia Municipal

A Câmara de Braga prevê gastar “menos de dois milhões de euros” no “resgate” da concessão do estacionamento pago à superfície, sendo que a fiscalização do parqueamento passará para o município dia 9, adiantou o presidente da autarquia.

Ricardo Rio, explicou que a autarquia reconhece ter que pagar à ESSE, empresa que ficou com a concessão do estacionamento pago à superfície, 171 mil euros de indemnização. A tal valor, acresce a parcela que falta liquidar dos 4,1 milhões de euros que a empresa adiantou no início do contrato.

Essa parcela “está por apurar, mas que será perto de 1,5 milhões de euros”, disse.

Segundo explanou o autarca, “a câmara já tinha informado a ESSE que iria resgatar a concessão ao fim de cinco anos de contrato, o que acontece dia 9 de janeiro, data em que a empresa terá que entregar os equipamentos e que a fiscalização do estacionamento passará a ser feita pela autarquia, neste caso pela Policia Municipal”.

No entanto, ressalvou Ricardo Rio, “poderá haver ainda questões de contornos judiciais a resolver”.

A decisão de resgatar a concessão à empresa liderada por António Salvador e a revogação do alargamento do parqueamento a 27 artérias da cidade foi uma das primeiras decisões de Ricardo Rio enquanto presidente da autarquia.

A concessão à ESSE foi feita pelo executivo liderado por Mesquita Machado (PS), no seu último mandato.

“Logo na primeira reunião do mandato anterior decidimos revogar o alargamento do estacionamento pago em 27 ruas e essa decisão mantêm-se agora que a gestão do estacionamento passará para a câmara”, garantiu Ricardo Rio.

Print Friendly

Comentários

Tags

Siga-nos!

RSS
Follow by Email
Facebook
YouTube

Última edição

Já nas bancas!

Publicidade