(c) Fernando Veludo / Expresso
(c) Fernando Veludo / Expresso
Destaque Região Vila Verde

PSD. Vila Verde à frente de Braga e Guimarães no número de votantes

O ex-presidente da Câmara do Porto Rui Rio foi ontem à noite eleito presidente do PSD com 54,37% dos votos, com uma diferença de cerca de 10 pontos percentuais para Pedro Santana Lopes, informou o partido.

A nível do distrito de Braga, Rui Rio angariou 2252 votos, contra 2183 de Pedro Santana Lopes, vencendo em 11 das 14 concelhias do distrito. Santana Lopes venceu em Famalicão, Esposende e Celorico de Basto.

Famalicão, Barcelos e, surpreendentemente ou talvez não, Vila Verde, foi onde houve maior número de adesão às urnas, concentrando estes três concelhos quase 3 mil votos entre os 4436 votantes no distrito.

DR
Rui Silva abraça Rui Rio na selfie da noite eleitoral / DR

Em Vila Verde, o candidato vencedor foi apoiado pelo deputado e líder da concelhia Rui Silva, que ganha assim mais importância dentro do partido por ter sido, desde uma primeira instância, um dos apoios públicos de Rio, como avançou na altura em exclusivo ao V.

De notar que António Vilela, à semelhança de outros autarcas vizinhos como Ricardo Rio, não manifestou publicamente qualquer tipo de apoio, embora fonte ligada ao edil de Vila Verde refira que “a nível pessoal identifica-se mais com Rui Rio”.

Já José Manuel Fernandes, presidente da distrital, manteve o silêncio em relação a apoios, mas fonte próxima dava-o como “simpatizante” da candidatura de Santana Lopes, um pouco à semelhança das atuais “figuras-chave” do partido laranja a nível nacional.

Também Hélder Forte, autarca da freguesia de Cervães e mandatário de Rio no concelho dá um salto nas aspirações políticas, “passando o pé” a Carlos Tiago Alves e Carlos Cação, figuras até agora emergentes no partido mas que escolheram apoiar Santana (e registrar o momento com outros autarcas e militantes).

DR
Grupo de apoio a Santana Lopes em Vila Verde / DR

Hugo Soares, presidente da concelhia de Braga, parece ser a primeira baixa a curto-prazo.

Figura de destaque no apoio a Santana Lopes durante a campanha, o atual líder da bancada parlamentar do PSD já não reunia consensos quando foi eleito para ser a linha da frente no Parlamento.

Depois do congresso de fevereiro onde decorrem novas eleições para a estrutura laranja, poderá não reunir condições para se manter no atual cargo.

Já Paulo Cunha, autarca de Famalicão que esteve na linha da frente no apoio a Santana Lopes, vendo uma possibilidade de crescer no partido a nível distrital e nacional, conseguiu mobilizar o maior número de votantes no distrito.

Famalicão concentrou uma fatia de 988 votantes (616 para Santana Lopes) enquanto Barcelos registou três números redondos (950 votantes: Rio com 500, Santana com 450).

Vila Verde, com uma adesão de 718 militantes (436 para Rio, 271 para Santana) teve maior mobilização do que Braga (576 votantes) e do que Guimarães (305) e Esposende (127).

Vizela e Terras de Bouro, ambas com o global de 27 votos, foram as concelhias PSD que tiverem menos expressão a nível de votantes.

Rui Rio será o 18.º presidente do PSD desde o 25 de Abril de 1974, sucedendo a Pedro Passos Coelho, eleito em 2010.

Print Friendly

Comentários

Tags

Siga-nos!

RSS
Follow by Email
Facebook
YouTube

Última edição

Já nas bancas!

Publicidade