DSC_0769
Vila Verde

Variante urbana para “aumentar a fluidez do trânsito e dinamizar o concelho”

O Município de Vila Verde promoveu, ao início da tarde de hoje, a sessão de apresentação pública do projecto ‘Variante Urbana – Ligações Intermunicipais/Acesso ao Centro Escolar’. Em traços gerais, a empreitada tem como principal desígnio aumentar a fluidez do tráfego automóvel para dinamizar e modernizar o concelho. A nova ligação permitirá a deslocação do trânsito automóvel no sentido Gerês/Amares e para o Norte do concelho, descongestionando o centro da freguesia de Vila Verde. O evento foi ainda palco da assinatura do protocolo entre a empresa ‘Pingo Doce’ e a Câmara.

As palavras são do presidente da Câmara, António Vilela, que avançou ainda a existência de uma ciclovia e de uma via pedonal em toda a extensão da nova artéria, cerca de mil e quinhentos metros, que depois serão ampliadas com ligações ao Rio Homem e ao centro da vila. O edil prosseguiu deixando um agradecimento especial ao Grupo Jerónimo Martins, detentor da cadeia de hipermercados Pingo Doce, representado por Luís Araújo, pelo apoio na concretização desta obra e em muitas outras iniciativas vilaverdenses, em áreas como a acção social e a protecção ambiental.

Investimento de um milhão de euros

Este troço está orçado em 400 mil euros e, no total, a implementação do projecto vai custar cerca de um milhão de euros. António Vilela garantiu que este é um investimento com retorno, contribuindo para um concelho mais desenvolvido, um crescimento urbanístico com qualidade e ajudando a impulsionar a economia local.

Por sua vez, o presidente da União de Freguesia de Vila Verde e Barbudo apontou esta obra como “uma mais-valia” para a sede de concelho, permitindo a “centenas de condutores” optarem diariamente pela via alternativa, o que vai garantir “maior fluidez do trânsito”. José Faria aproveitou também para agradecer o apoio prestado pela empresa Pingo Doce nesta e noutras actividades em Vila Verde, deixando ainda uma palavra de apreço à edilidade. “Gostava de enaltecer o trabalho desenvolvido pela Câmara Municipal, porque vemos que, neste tempo de ‘vacas magras’ é possível os projectos saírem do papel e serem concretizados”, rematou.

Print Friendly

Comentários

Siga-nos!

RSS
Follow by Email
Facebook
YouTube

Última edição

Já nas bancas!

Publicidade