GNR-POVOA-LANHOSO
País

Póvoa de Lanhoso: obras no quartel obrigam GNR a realojar-se em antiga fábrica têxtil

A GNR de Póvoa do Lanhoso vai funcionar provisoriamente, a partir de quinta-feira, nas antigas instalações da fábrica Carvitex, por causa das obras de reabilitação e ampliação do seu quartel, foi hoje anunciado.

As obras foram lançadas a concurso público por 350 mil euros, com um prazo de execução de um ano.

Criar espaços e condições para acolher elementos do sexo feminino e eliminar barreiras arquitetónicas são dois dos objetivos da intervenção.

A empreitada pretende ainda dotar o quartel de espaços “mais condignos” para apoio à vítima e para detidos.

A melhoria do desempenho energético, nomeadamente com aproveitamento da energia solar, é outro dos objetivos subjacentes à intervenção.

A obra vai decorrer ao abrigo de um protocolo celebrado entre o Município de Póvoa de Lanhoso e o Ministério da Administração Interna.

O quartel acolhe os serviços do Destacamento e do Posto territoriais de Póvoa de Lanhoso da GNR.

Print Friendly

Comentários

Siga-nos!

RSS
Follow by Email
Facebook
YouTube

Última edição

Já nas bancas!

Publicidade