Hélder Silva
Hélder Silva
Vila Verde

Município de Vila Verde atribui subsídio a Hélder Silva para o Projecto Olímpico Rio 2016

O Município de Vila Verde vai atribuir um subsídio extraordinário ao atleta Hélder Silva (CN Prado) para garantir que não será o financiamento a pôr em causa a participação do canoísta no Projecto Olímpico Rio 2016. A decisão foi tomada numa Reunião de Câmara em que ficou também assente que Hélder Silva e Nuno Silva vão ser agraciados com votos de louvor, resultado das medalhas alcançadas na Taça do Mundo de Canoagem, que decorreu no passado fim-de-semana, 16 e 17 de Maio, em Montemor-o-Velho. Durante a reunião foi ainda ratificada a proposta de cedência da antiga escola primária de Codeceda a uma empresária de vilaverdense, para que seja transformada numa unidade de transformação de mel.

O edil apresenta as medidas relacionadas com a canoagem com medidas de incentivo e reconhecimento do trabalho desenvolvido. “A canoagem tem sido, nos últimos anos, um dos maiores embaixadores do nosso país no mundo e, neste capítulo, também o Município de Vila Verde e o Clube Náutico de Prado têm sido capazes de realizar parcerias extremamente gratificantes e com um impacto muito positivo para o nosso território e para o país”, afirmou o presidente da Câmara Municipal de Vila Verde.

Com os olhos nos Jogos Olímpicos

António Vilela prosseguiu, sublinhando que a autarquia está sempre disponível para apoiar o mérito desportivo e que é natural os atletas de elite receberem um apoio adicional. “A atribuição do subsídio extraordinário ao atleta Hélder Silva demonstra bem a preocupação que o Município de Vila Verde tem em garantir as condições para que os nossos atletas de elite não desperdicem as oportunidades únicas de uma vida desportiva. Recordo que este atleta do Clube Náutico de Prado integra o Projeto Olímpico Rio 2016, o qual é bastante dispendioso e sem a nossa ajuda, o atleta teria sérias dificuldades em garantir as melhores condições de treino e disputa das provas que darão acesso aos Jogos Olímpicos”, afirmou o edil.

“Maior projecto apícola do distrito”

No que diz respeito à cedência das instalações da antiga Escola Primária de Codeceda, o presidente da Câmara frisou que “qualquer projecto de desenvolvimento sério e consistente para um Concelho tem de passar pela aposta nas pessoas”. “Vila Verde é hoje um Concelho com uma forte política de fixação de projetos de investimento. Um projecto de uma jovem vilaverdense que visa a colocação de 600 colmeias no nosso Concelho, que se tornará o maior projecto apícola do distrito, teria de merecer o nosso reconhecimento de interesse municipal”, sublinhou, acrescentando que “este projecto para além de criar dinâmica na zona do Vade, de garantir que aquele espaço se mantenha conservado, vai criar num futuro próximo postos de trabalho preferencialmente desta zona do Concelho”.

 

Print Friendly

Comentários

Siga-nos!

RSS
Follow by Email
Facebook
YouTube

Última edição

Já nas bancas!

Publicidade