Praia_Faial
Vila Verde

Junta de Prado apreensiva com polémicas sucessivas sobre a Praia do Faial

“A Junta de Freguesia da Vila de Prado tem mantido um contacto próximo e constante com a Câmara Municipal de Vila Verde tendo conhecimento de que as análises feitas com regularidade dão conta de que a água está nas condições adequadas para a prática balnear e de que a Quercus se baseou apenas nas análises efectuadas no ano passado, uma falácia que foi disseminada de forma irresponsável nos órgãos de comunicação social nacionais e que vem lesar de forma peremptória a boa fama do Faial”, pode-se ler em comunicado enviado pela Junta de freguesia da Vila de prado para a redacção do Vilaverde.net.

A autarquia pradense não esconde a indignação perante as polémicas que têm assolado a praia fluvial, “colocando em risco a reputação de uma das mais concorridas praias fluviais de toda a região do Minho, causando prejuízos evidentes na Vila de Prado e no concelho de Vila Verde”. A Junta questiona também a altura em que estas notícias são veiculadas de forma sistemática, acusando os intervenientes de sensacionalismo, e deixa uma suspeita no ar. “Neste ano em particular, deixamos a questão se este alarmismo desmedido não será uma forma de pôr em causa a realização das provas internacionais de canoagem que vão decorrer na Vila de Prado?”. O facto de não haver qualquer praia a jusante em que a água seja considerada de ‘má qualidade’ é outro factor leva os pradenses a insurgirem-se contra “um clima de ataques sucessivos e exclusivos à Vila de Prado”.

“Erradicar os focos de poluição”

A Junta exige que as autoridades competentes tomem medidas para erradicar os focos de poluição localizados a montante do Faial. “Insurgimo-nos também contra a inércia das autoridades competentes em relação a esta matéria, exigindo uma fiscalização atenta e interventiva em todos os municípios localizados a montante da praia do Faial, de modo a erradicar os focos de poluição e colocar definitivamente um ponto final a uma ‘novela’ que, infelizmente, perturba sistematicamente o arranque da época balnear”, referiu.

Aos olhos da autarquia pradense, controvérsia constante gerada em torno da qualidade da água, este ano de forma injustificada, tem lesado seriamente a reputação da afamada praia minhota. “A praia granjeia anualmente o interesse de milhares de visitantes, que escolhem a margem direita do Rio Cávado como destino para momentos de lazer e convívio durante o Verão, bem como de todos os pradenses que nutrem um carinho especial e um vínculo forte por uma das marcas identitárias da terra que os viu nascer”, pode-se ler no comunicado.

Print Friendly

Comentários

Tags

Siga-nos!

RSS
Follow by Email
Facebook
YouTube

Última edição

Já nas bancas!

Publicidade