Travel-Nurse_Article
Vila Verde

PCP de Vila Verde apoia greve dos enfermeiros

A Concelhia de Vila Verde do Partido Comunista Português veio a público manifestar a sua a solidariedade com os enfermeiros que, um pouco por todo o país, estarão em greve durante o dia de hoje e o de amanhã. Os comunistas sublinham que os profissionais de saúde têm motivos mais que suficientes para encetar a jornada de protesto e manifestam o seu apoio aos enfermeiros da UCC de Vila Verde. “ Na UCC de VILA VERDE deveriam estar 13 enfermeiros mas apenas estão 9. Os enfermeiros desdobram-se para cuidar dos doentes nos domicílios, evitando que recorram ao hospital. Inadmissivelmente, há quem pretenda que os enfermeiros conduzam viaturas, abram o Centro de Saúde, carreguem os lixos, etc.”, pode-se ler em comunicado enviado para a redacção do Vilaverde.net, acrescentando que é urgente baterem-se “pela exigência de melhores condições de trabalho e pelo respeito que merecem”.

Na óptica do PCP, a falta de profissionais para responder às exigências dos serviços já se faz sentir de gradação dos cuidados prestados à população. “Actualmente faltam cerca de 25 mil enfermeiros o que os obriga a escolher o que fazer, fazendo-os sentir frustrados, desmotivados e revoltados. Para além da falta destes profissionais é notória a degradação das suas condições de trabalho, interferindo directamente com os cuidados que prestam, provocando a sua exaustão física e psíquica e mau ambiente de trabalho”, afirmam, acrescentando que “o número de infecções hospitalares aumentou e há pessoas que morrem nos hospitais em resultado destas”.

A prevenção é outra área de trabalho que acaba por ser descurada em função da sobrecarga de trabalho e acumulação de tarefas a que os enfermeiros estão sujeitos. “Mais de metade dos enfermeiros afirmam não ter tempo para fazer educação para a saúde aos utentes e famílias e não ter tempo para as intervenções relacionadas com a higiene e conforto dos doentes”, afirmam os comunistas, deixando ainda duras críticas para as chefias. “Acresce que, na opinião da maioria dos enfermeiros, os conselhos de administração das instituições de saúde não resolvem os problemas com que diariamente estão confrontados”, concluem.

Print Friendly

Comentários

Siga-nos!

RSS
Follow by Email
Facebook
YouTube

Última edição

Já nas bancas!

Publicidade

Publicidade