Secretariado Vila Verde
Vila Verde

PS contra a integração do passivo de 2 milhões da Proviver nas contas do Município

O PS de Vila Verde veio hoje a público manifestar a sua indignação perante uma medida que prevê a integração nas contas do Município da dívida de dois milhões de euros contraída pela extinta empresa municipal Proviver. A revolta dos socialistas surge após uma decisão do Tribunal de Contas que autorizou a transferência do passivo da proviver para a tesouraria da Câmara Municipal de Vila Verde.

“Nenhum vilaverdense poderá ficar satisfeito com a integração do passivo de 2 Milhões de Euros da PROVIVER nas contas do Município de Vila Verde. Este valor vai ser pago por todos nós. Fica para a história um enorme buraco financeiro que continua por justificar. A Proviver foi um sorvedouro de dinheiros públicos e depois de encerrada, o Município vai ter de assumir 2 Milhões de Euros do seu passivo, em troca daquilo que já era sua propriedade: Estádio Cruz Reguengo e Ginásio que está concessionado”, afirmam os socialistas, sublinhando que foi por estes motivos votaram contra sempre que a maioria social-democrata apresentou esta proposta.

Fonte do Partido Socialista de Vila Verde reiterou que a empresa municipal foi vítima de uma gestão irresponsável, com irregularidades que devem ser avaliadas de acordo com os respectivos trâmites legais. “Esta decisão do Tribunal de Contas em nada interfere com as eventuais irregularidades cometidas na gestão da PROVIVER, nomeadamente a contratação do empréstimo de 2 Milhões de Euros por parte do então Conselho de Administração, após decisão de dissolução por parte da Assembleia Municipal, que continua a merecer a atenção das entidades competentes”, rematam os socialistas.

Print Friendly

Comentários

Siga-nos!

RSS
Follow by Email
Facebook
YouTube

Última edição

Já nas bancas!

Publicidade

Publicidade