Lusa
Lusa
País

Taxa de desemprego de abril “compara muitíssimo bem” em termos homólogos – Passos Coelho

O primeiro-ministro afirmou hoje, em Braga, que a taxa de desemprego registada em abril “compara muitíssimo bem” com a que se verificava no mesmo mês de 2014.

“O último dado mais firme de que dispomos [relativo a abril] compara muitíssimo bem com o de há um ano atrás, em termos homólogos”, referiu Pedro Passos Coelho.

Segundo números do Instituto Nacional de Estatística (INE), hoje divulgados, a estimativa provisória da população desempregada para maio é de 676,8 mil pessoas, um aumento de 2,9% face ao valor definitivo obtido para abril (mais 19,1 mil pessoas).

“Em maio de 2015, a estimativa provisória da taxa de desemprego foi de 13,2%, o que se traduz num aumento de 0,4 pontos percentuais em relação ao mês anterior, para o qual contribuiu o acréscimo da população desempregada e o decréscimo da população empregada”, lê-se no documento do INE.

Na reação a estes dados, o primeiro-ministro optou por pronunciar-se apenas os referentes a abril, sublinhando que “provavelmente” os de maio “irão ser revistos”.

“Os de abril já foram revistos e apontam para uma taxa de 12,8 por cento(…). É o último dado mais firme de que dispomos e compara muitíssimo bem com o de há um ano atrás”, reiterou.

Passos Coelho falava na sessão de encerramento da primeira fase de um projeto de I&D desenvolvido nos últimos dois anos pela Bosch Car Multimedia Portugal e pela Universidade do Minho.

O projeto, que teve um investimento de 19 milhões de euros, centrou-se na produção do futuro conceito de mobilidade no setor automóvel com a assinatura “made in” Portugal.

Para o primeiro-ministro, Portugal deve apostar num emprego “menos precário e mais qualificado”, tendo a inovação e a investigação como palavras-chave.

Print Friendly

Comentários

Siga-nos!

RSS
Follow by Email
Facebook
YouTube

Última edição

Já nas bancas!

Publicidade

Publicidade