Ensino Música
Ensino Música
Destaque Vila Verde

Greve no ensino artístico pode afetar Associação Cultural e Musical de Vila Verde

“Ainda não recebemos, mas a questão deve estar por horas”, afirma João Graça, um dos responsáveis da Associação Cultural e Musical de Vila Verde (ACMVV), que ainda não viu os acordos respeitantes ao patrocínio estabelecido com o governo, após visto do Tribunal de Contas, cumpridos.

Situação não muito diferente se vive noutras instituições do país e que levou a Federação Nacional dos Professores (Fenprof) anunciar que que vai manter a greve no ensino artístico especializado, convocada para este mês de janeiro, tendo em conta que a maior dos professores “ainda não recebeu os salários em atraso”.

“Mas a nossa situação é diferente, pois os cinco diretores da ACMVV assumiram a título pessoal o pagamento da quase totalidade dos salários dos docentes e não docentes”, frisa João Graça.

Mesmo assim há um sentimento de solidariedade entre a comunidade nacional do ensino especializado e que amanhã pode começar a paralisar as escolas de música um pouco por todo o país.

A greve dos professores do ensino artístico especializado vai começar esta segunda-feira e está prevista para todo o mês de janeiro, mas a Fenprof vai fazer, no final da próxima semana, uma avaliação da situação para decidir se vai ou não manter a greve.

Em comunicado, a Fenprof refere que a atual equipa do Ministério da Educação, em menos de um mês, desbloqueou o processo de financiamento das escolas de ensino artístico especializado.

No caso de Vila Verde, através da ACMVV, a verba ascende 190 mil euros, 40% dos 480 mil euros previsto para um ano de 2015.

 

Print Friendly

Comentários

Siga-nos!

RSS
Follow by Email
Facebook
YouTube

Última edição

Já nas bancas!

Publicidade