IMG_4429
Amares Barcelos Braga Destaque Esposende Vila Verde

Apanhado “Burlão do Cávado” que também atuou em Amares e Vila Verde

Nem a pulseira eletrónia e prisão domiciliária o travou de continuar a cometer crimes. Batizado como “Burlão do Cávado”, Valdemar Castro foi apanhado ontem em Ermesinde após uma fuga que durou várias horas.

O Núcleo de Investigação Criminal da GNR de Barcelos, e por força de violação de medida de coação (prisão domiciliária com recurso a pulseira electrónica) imposta em 2015 pelo JIC tribunal de Guimarães, efetuou a detenção de um homem de 59 anos de idade, suspeito de roubos por esticão.

Pelas 20h00 de ontem, depois de presente de novo ao JIC de Guimarães, foi conduzido mais uma vez ao estabelecimento prisional de Braga, onde fica em prisão preventiva a aguardar os desenvolvimentos da investigação em curso.

O indivíduo já andava a fazer roubos por esticão a pessoas idosas, desde finais do ano de 2014, momento em que começaram a surgir queixas de pessoas roubadas, com recurso ao método de esticão.

O detido é suspeito da autoria de mais de vinte e cinco roubos violentos, nas mais diversas localidades Barcelos, Amares, Vila Verde, Esposende , Famalicão, Viana do Castelo, Porto, Aveiro , Coimbra e Leiria.

Em Junho de 2015, ao meliante, haviam-lhe já sido apreendidas diversas peças em ouro provenientes dos roubos efetuados e a viatura.

(Leia notícia completa na edição do Semanário V de 20 de janeiro)

Print Friendly

Comentários

Siga-nos!

RSS
Follow by Email
Facebook
YouTube

Última edição

Já nas bancas!

Publicidade