Tribunal de Braga
Braga Destaque Vila Verde

Incendiário “inimputável” que ateou fogo em Prado quer ser julgado

José Loureiro, residente em Braga na freguesia de São Pedro Merelim, quer ser julgado, pois considera-se uma pessoa “normal” e não concorda com a figura de “inimputável” declarada pelo Tribunal de Braga, isto depois de ter sido detido quando ateava fogo a uma mata em Prado, Vila Verde.

(Notícia completa na próxima edição do Semanário V na próxima quarta-feira 27 de janeiro)

Print Friendly

Comentários

Siga-nos!

RSS
Follow by Email
Facebook
YouTube

Última edição

Já nas bancas!

Publicidade