Captura de ecrã 2016-01-22, às 18.09.04
Braga Desporto Destaque

Campeonato do Mundo de Salto à Corda traz a Braga 600 atletas de 26 países

Braga vai receber, entre os dias 19 a 26 de Julho, o Campeonato do Mundo de Salto à Corda 2016. O evento, que se irá realizar no Pavilhão da Universidade do Minho, reúne mais de 600 atletas, em representação de 26 países dos 5 continentes.

O ´Rope Skipping´, nome pelo qual é conhecida esta modalidade desportiva, baseia-se no gesto ancestral de saltar à corda, ao qual são adicionados a velocidade, as habilidades, as acrobacias e a música. A modalidade tem cerca de 40 anos, sendo que em Portugal começou a ser praticada em 2001 e desde 2010 que se realizam competições regulares.

Segundo Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, o evento vem corporizar os objectivos estratégicos que o Executivo Municipal definiu em termos desportivos. “Receber o Campeonato do Mundo é uma forma de promover o eclectismo na prática desportiva, assim como a componente lúdica e formativa, uma vez que se trata de uma modalidade que tem uma forte ligação ao contexto escolar”, referiu, garantindo que Braga tem as bases fundacionais do Rope Skipping e atletas com enorme qualidade, que tem sido potenciada em contexto competitivo.

De acordo com o Edil, esta é também uma forma de promover o talento e o potencial da juventude Bracarense, assim como a imagem do Concelho e de toda a região além-fronteiras. “Em Braga estarão os melhores praticantes da modalidade, oriundos de várias proveniências, o que será certamente um fantástico veículo de promoção turística”, afirmou.

Por seu turno, Sameiro Araújo, vereadora do Desporto, sublinhou que é um ´orgulho´ receber o Campeonato do Mundo. “Será mais um evento de dimensão internacional que terá Braga como palco, e é de realçar que a própria modalidade em Portugal começou a ser praticada no Minho e, consequentemente, grande parte dos atletas nacionais são da região”, disse, reforçando o interesse de Braga em ser a sede em Portugal da modalidade.

A Associação Portuguesa de Rope Skipping, associação promotora de desporto, é a anfitriã do evento, numa organização conjunta com a federação mundial responsável, a World Jump Rope. Nuno Dias, coordenador do projecto, garantiu que a modalidade está em desenvolvimento e que o evento permitirá impulsionar o aumento do número de praticantes e a divulgação junto do público.

“Actualmente temos cerca de 1000 praticantes em todo o país e conquistamos mais de 30 medalhas no último Campeonato do Mundo, que se realizou em Paris”, explicou Nuno Dias, adiantando que a associação pretende brevemente dar o salto para Federação Desportiva, com sede em Braga.

As competições a disputar no Campeonato do Mundo, quer individuais, quer em equipas, dividem-se em provas de velocidade e de freestyle. No caso das individuais, estas serão disputadas no género masculino e feminino, enquanto nas provas de equipa existe ainda o escalão misto. Verifica-se uma grande amplitude na faixa etária, que começa com o primeiro escalão, com crianças de 10 anos, e termina no último escalão, sem limite de idade. A maioria dos atletas são jovens-adultos, na casa dos 20 anos.

O evento será transmissão em directo para todo o mundo através da internet.

Print Friendly

Comentários

Siga-nos!

RSS
Follow by Email
Facebook
YouTube

Última edição

Já nas bancas!

Publicidade