Captura de ecrã 2016-04-22, às 03.48.47
Braga Cultura Destaque Região

Theatro Circo viveu um ´ano de excelência´ na comemoração do Centenário

Decorreu hoje, dia 21 de Abril, data do 101º Aniversário da casa de espectáculos, a cerimónia de encerramento das comemorações do Centenário do Theatro Circo.

Foram 365 dias ´especiais e únicos´ em que o Theatro ultrapassou a fasquia dos 100 mil espectadores num conjunto de mais de 400 actividades realizadas, tendo-se afirmado definitivamente como um espaço de portas abertas à comunidade e difusor cultural de excelência de Braga e da Região.

Segundo Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, o Theatro Circo viveu um ano de ´excelência´ marcado pela ´inigualável vitalidade, enormíssima ambição e capacidade de renovação contínua´ que demonstrou.

“Foi um ano muito intenso, marcado pela preocupação da administração e do Município em torno do futuro da empresa. Essa é uma situação já ultrapassada e no cerne da sua actividade enquanto equipamento cultural, espaço de programação, de formação de públicos e de ligação à comunidade, o Theatro teve um ano de enorme efervescência, dinamismo e capacidade de mobilização, com crescimento no número de espectáculos e espectadores e uma programação diversificada”, disse.

No futuro, sublinhou o Autarca, os objectivos passam por continuar a cumprir esta missão de serviço cultural à Cidade e região, funcionando em estreita ligação com os agentes culturais locais.

“Queremos trazer a Braga espectáculos que marquem a diferença e fazer do Theatro um espaço de encontro para os cidadãos de Braga nas mais diversas manifestações, funcionando como factor criador de uma dinâmica abrangente dentro da Cidade”, referiu.

Projecto Memória ficará registado em livro

No âmbito do encerramento das comemorações, foi inaugurada a exposição “O Theatro e o Futuro”, quarto e último momento do Projecto Memória, que ao longo do último ano deu a conhecer o espólio narrativo da história centenária do Theatro Circo.

Após três exposições e três conferências, o projecto que resultou do esforço conjunto do Theatro Circo e da Biblioteca Pública de Braga expõe uma síntese dos conteúdos anteriormente revelados e subordinados às temáticas da cidade, da arquitectura e da programação, convidando a uma reflexão sobre o papel do Theatro Circo no futuro.

O rescaldo do trabalho desenvolvido no Projeto Memória ficará registado sob a forma de legado para as gerações futuras com o livro “O Theatro e a Memória”, que é apresentado ao público no dia 19 de Maio e estará disponível nas livrarias de todo o país.

A exposição pode ser visitada de forma gratuita no salão nobre do Theatro Circo até 21 de Maio, de terça a sábado, entre as 14h30 e as 18h30. Após este período, a exposição entra em itinerância pelas freguesias do Concelho de Braga.

No contexto da exposição “O Theatro e o Futuro”, o público terá ainda oportunidade de assistir à versão completa do documentário “Histórias e Memórias”, produzido por Vasco Mendes, que neste trabalho reúne testemunhos, relatos e reflexões de quem, de uma forma ou de outra, cruzou a sua história com a história da casa de espectáculos.

Após a inauguração da exposição seguiu-se a estreia da versão completa do documentário “Histórias e Memórias”, realizado por Vasco Mendes, que reúne depoimentos históricos sobre o Theatro Circo. O dia 21 marcou também a recuperação da génese do Theatro, com um espectáculo às 22h00 de “Novo Circo”, com o português João Paulo Santos, evento simbolicamente escolhido. Ainda integrado no programa, os Mão Morta e a Remix Ensemble sobem ao palco amanhã, dia 22.

Print Friendly

Comentários

Siga-nos!

RSS
Follow by Email
Facebook
YouTube

Última edição

Já nas bancas!

Publicidade

Publicidade