Paulo Renato Rocha
Destaque Vila Verde

Investigação da ANPC arrasa e aponta culpa no caso TVI a Paulo Renato Rocha

A Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC) ilibou o comandante José Lomba no caso TVI, através de comunicação interna a que o Semanário V teve acesso, apontando a culpa para o vice-presidente, e chefe de gabinete da presidência da Câmara de Vila Verde, Paulo Renato Rocha (PRR), a quem imputa a responsabilidade de “determinar uso da ambulância”.

O caso já foi enviado para as altas instâncias, nomeadamente GNR, INEM, Autoridade Nacional da Segurança Rodoviária, assim como já foram apresentadas queixas no Ministério Público e DIAP.

Nos argumentos para “condenação” de Paulo Renato Rocha, a APNC menciona “e-mails comunicando a situação concreta, comunicado que relembra o uso exclusivo de ambulâncias para transporte de doentes, a nota de ocorrência retratando a mesma, o despacho inicial, o auto de declarações e os autos de inquirições”.

“Refira-se, sem que dúvidas persistam, da leitura da documentação compulsada, que o Sr. Vice-Presidente da AHBV, Engº Paulo Renato Rocha, foi quem determinou o uso da ambulãncia para transportar os apresentadores do programa ‘Somos Portugal’ da TVI”, diz a comunicação interna do Diretor Nacional de Auditoria e Fiscalização da ANPC, dirigida ao Comando Operacional Nacional da Proteção Civil (CONAC) e ao Comando Operacional Distrital de Braga (CODIS), e à qual o V teve acesso.

O bombeiro que efetuou a marcha de emergência indevida foi também ilibado pela Direção Nacional de Auditoria e Fiscalização da ANPC, que, informa a ANPC, terá tido “receio de que lhe fosse retirado o vencimento”.

Com Fernando André Silva

(Notícia completa e em exclusivo na próxima edição impressa do V, 28 de dezembro)

Print Friendly

Comentários

Siga-nos!

RSS
Follow by Email
Facebook
YouTube

Última edição

Já nas bancas!

Publicidade

Publicidade