IMG_5089
Amares

Autárquicas. PS Amares apresentou candidaturas

A sede do Partido Socialista (PS), em Amares, também sede da candidatura socialista nas autárquicas de 2017, acolheu um sessão de apresentação pública dos candidatos às próximas eleições, com a presença do Presidente da Federação Distrital do PS, Joaquim Barreto.

Num clima de entusiasmo, o candidato à Câmara de Amares, Pedro Costa, apresentou a sua equipa cujas características “desde a primeira hora obedeceu a critérios de que não abrimos mão, como são a lealdade, a competência e a vontade de servir”, revelou.

Entretanto, um a um apresentou os nomes da sua equipa que considerou “de reconstrução política”, já ratificada em sede de comissão política, sendo que será acompanhado na lista de efetivos, e por esta ordem, por Pedro Cerqueira, professor que era até há uma semana o Diretor do Agrupamento de Escolas de Amares, pela professora Valéria Silva, pelo enfermeiro Gonçalo Alves, pela jovem advogada Ana Patrícia Ribeiro e ainda pela funcionária pública Fernanda Araújo e pelo topógrafo Hugo Candeias.

Com esta equipa considerou que conseguiremos atingir três grandes objetivos ” formar novos quadros políticos através da juventude, recuperar a imagem da política e dos políticos em Amares e, principalmente voltar a trazer para a Câmara de Amares um projeto de matriz social, onde as pessoas são a prioridade”.

Falou ainda das três áreas de intervenção do seu projeto eleitoral, no caso “a ação social, a prioridade dos tempos modernos; as atividades económicas, vitais para o desenvolvimento do concelho; e o potencial natural, enquanto riqueza negligenciada e adiada”.

Contudo Pedro Costa considerou ainda que, em concreto, “há duas situações de emergência que o concelho de Amares vive, que dizem respeito ao saneamento e ao desemprego que têm que estar no topo das prioridades”.

Barreto e Tinoco apontaram à ética

A sessão foi aberto pelo líder do PS de Amares, Jorge Tinoco, que realçou o facto do partido ter voltado a um registo de política com ética, “que vai servir as populações, de forma transparente e séria, valorizando o que é estruturante”. Também Joaquim Barreto, líder da distrital socialista realçou o uso das palavras compromisso e ética, pois, considerou que “são palavras que têm estado arredadas do vocabulário da política aqui em Amares”. Congratulou-se ainda pelo PS ter uma candidatura “com abertura à sociedade, tanto na vertente social do programa, como até na composição das próprias listas”.

O candidato do PS à Assembleia Municipal, Francisco Alves, que repete a candidatura de há quatro anos, onde foi o candidato mais votado, frisou que está com Pedro Costa e com a sua equipa “por convicção e esperança no futuro”.

Print Friendly

Comentários

Siga-nos!

RSS
Follow by Email
Facebook
YouTube

Última edição

Já nas bancas!

Publicidade