DSC_1267
Destaque Vila Verde

Autárquicas. PS de Vila Verde formalizou candidaturas

PS de Vila Verde formalizou as listas de candidatura à Assembleia Municipal e Juntas de Freguesia concorrentes às eleições autárquicas de 01 de outubro, esta tarde, no Tribunal de Vila Verde.

José Morais fez-se acompanhar do candidato à Assembleia Municipal, Martinho Gonçalves e do mandatário concelhio do partido, Alberto Nídio Silva, entre outras figuras e candidatos do partido.

Em comunicado, o PS de Vila Verde diz tratar-se de um “registo ímpar, com uma cobertura quase total do território concelhio. Em algumas dessas freguesias, o PS não concorria a eleições há 25 ou 30 anos”. “Nas restantes freguesias, o PS resolveu não apresentar candidaturas partidárias, porque se revê nas equipas independentes constituídas, na certeza de que os habitantes dessas freguesias ficarão bem servidas com as soluções apresentadas a sufrágio”, diz o PS, revelando que “no total dos candidatos à Câmara, Assembleia Municipal e Freguesias, o PS apresenta e apoia cerca de 1500 candidatos, representativos de todas freguesias ou uniões de freguesias”.

“No que toca à candidatura aos órgãos autárquicos municipais, Câmara e Assembleia, nota de destaque para listas que somam cerca de 140 candidaturas, representativas de todas as freguesias do Concelho de Vila Verde, entre 57 nomes sugeridos para a Câmara Municipal, numa lista encabeçada por José Morais, e 83 candidatos para a Assembleia Municipal, liderados por Martinho Gonçalves”, diz o PS.

A acompanhar José Morais, na candidatura à presidência da Câmara Municipal de Vila Verde, estará Luís Castro (Cervães), Cláudia Pinto (Vila de Prado), Pedro Silva (Freiriz),  Fernando Gomes (Ribeira do Neiva), Isabel Pereira (Valdreu) e Pedro Malheiro (Lage).

Com Martinho Gonçalves, na Assembleia Municipal, estão nomes como Costa Pereira (Soutelo), Deolinda Pimenta (Gondiães), Aires Fumega (Cabanelas), Samuel Estrada (Atiães), Lúcia Martins (Valdreu), André Carvalho (Loureira), António Pedro Feio Gonçalves (Vila Verde, Isabel Pinheiro (Gême) e Carlos Araújo (Lage), entre outros.

Segundo José Morais, este é um “momento histórico para o PS vila-verdense, pelo número de candidaturas apresentadas às freguesias. Não tem paralelo na história do Partido no nosso concelho”, frisou. No entender do candidato socialista a presidente da Câmara Municipal de Vila Verde, “ mais do que a qualidade há a sublinhar a grande qualidade dos candidatos que compõem as listas. São pessoas capazes, de grande valia e dispostos a trabalhar pelo concelho de Vila Verde e pelas suas freguesias”.

E acrescentou o candidato do PS que “esse trabalho terá, naturalmente, de ser diferente daquele que tem sido feito até agora pelo executivo liderado por António Vilela. Para evitar os casos escandalosos e prejudiciais para o concelho e para a sua imagem e, em especial, para os seus habitantes que sofrem diariamente com a deficiente recolha do lixo no concelho, com a confusão que se instalou no estacionamento em Vila Verde, com a situação instável e perigosa da Escola Profissional Amar Terra Verde, entre outros.”

Em comunicado, José Morais diz que “a gestão camarária do PSD ao longo dos últimos 20 anos tem brindado os vila-verdenses com processos de privatização de bens públicos que eram da Câmara e passaram para os privados, através de chorudos negócios, esquecendo investimentos fundamentais em áreas como vias rodoviárias, abastecimento de água e rede de saneamento. Vamos apostar fortemente na modernização das vias rodoviárias, no abastecimento de água a toda a população e na rede de saneamento que apenas chega a 35% dos vila-verdenses. No que diz respeito aos negócios duvidosos da era PSD, tudo faremos para devolver Vila Verde aos vila-verdenses”.

Print Friendly

Comentários

Siga-nos!

RSS
Follow by Email
Facebook
YouTube

Última edição

Já nas bancas!

Publicidade