piromagia 5
Destaque Vila Verde

Ribeira do Neiva. Vítima mortal de explosão era um dos sócios da empresa

Ramiro Torres, vítima mortal da explosão na fábrica de pirotecnia “Piromagia”, em Ribeira do Neiva, concelho de Vila Verde, estaria a preparar a carga para os foguetes quando o paiol onde trabalhava explodiu.

A vítima é um dos sócios gerentes da empresa e estaria sozinho dentro desse paiol, seguindo medidas de segurança da empresa, que pode ter evitado mais vítimas. Outros dois colaboradores, em paois ao lado, foram projetados com a explosão, mas não sofreram ferimentos, disse ao V o adjunto dos Bombeiros de Vila Verde, Luís Morais.

Ramiro, de 51 anos, deixa esposa e dois filhos menores, que estão a ter acompanhamento psicológico por parte do Município de Vila Verde. Populares indicam que Ramiro Torres tinha sofrido um acidente semelhante há 30 anos, mas que não se revelou fatal na altura.

Ao V, o vereador com a tutela da Proteção Civil, Patrício Araújo, indicou que a empresa cumpria todos os critérios de segurança e que ainda não conhecidas as causas da explosão. A Autoridade para as Condições do Trabalho esteve no local a apurar as circunstâncias do trágico acidente.

As autoridades policiais encontram-se a investigar a causa do acidente.

Fotos: Radio Voz do Neiva

Print Friendly

Comentários

Siga-nos!

RSS
Follow by Email
Facebook
YouTube

Última edição

Já nas bancas!

Publicidade