Cultura Destaque Vila Verde

Loureira. “Eu para malhar dou um jeito, mas não vou dizer que sou artista”

Fez-se malhada na Loureira, esta tarde de domingo, na praia da Ponte Nova, em mais uma edição do Arraial do Emigrante.

A tradicional malhada do feijão voltou a reunir curiosos e filhos da terra que recordaram tradição antiga por entre concertinas, castanholas e, claro, o garrafão de vinho.

A malhada do feijão é uma das várias atividades da edição deste ano do Arraial do Emigrante, e está inserida na progamação Rota das Colheitas, do município de Vila Verde.

Segundo Pedro Dias, presidente da Junta da Loureira, a edição deste ano está a superar a do ano passado, e tem tido a casa cheia durante as noites de arraial.

 

Print Friendly

Comentários

Siga-nos!

RSS
Follow by Email
Facebook
YouTube

Última edição

Já nas bancas!

Publicidade