DSC_1542
Destaque Vila Verde

Autárquicas. António Esquível apresentado como candidato do PS em Cabanelas

António Esquível Gomes foi, ontem à noite, apresentado como candidato do Partido Socialista (PS) de Vila Verde à presidência da Junta de Cabanelas, onde lidera o executivo desde os últimos anos.

Foi a primeira sessão de apresentação de um candidato, numa freguesia governada por um executivo socialista, que contou com a presença do candidato a líder da Assembleia Municipal pelo PS, Martinho Gonçalves, acompanhado de outros elementos da lista, bem como de membros da candidatura à Câmara.

Na sessão, António Esquível anunciou a instalação de uma empresa de louças sanitárias, para a antiga cerâmica de Cabanelas.

Manifestando convicto e firme apoio a José Morais, António Esquível disse que a Câmara de Vila Verde precisa de uma mudança profunda. “São 20 anos de desgaste e um executivo claramente sem ideias”, apontou o candidato.

José Morais conduziu a apresentação e, dirigindo-se aos cabanelenses presentes, frisou o “orgulho do PS no passado e na obra feita pelo partido no concelho de Vila Verde”, dando como exemplo a aprovação da obra do regadio de Cabanelas.

“Uma medida deste governo PS que vai permitir potenciar 500 hectares de agricultura”, disse José Morais.

No que diz respeito ao ambiente, o candidato do PS a presidente da Câmara Municipal de Vila Verde, José Morais, considerava “incompreensível” que a freguesia que recebe a ETAR de saneamento do concelho tenha apenas 40 casas com ligação à rede, num universo de 700 habitações”.

Para o futuro próximo, José Morais recordou o projeto, já apresentado pelo socialista, que visa criar uma variante a sul do concelho.

“Estas novas vias serão importantíssimas para ajudar a atrair empresas e criar empregos, fundamentais para fixar jovens e respetivas famílias”, disse.

Por outro lado, no mesmo projeto é prevista, ainda, a criação de um nó de acesso à autoestrada, que aproxima a freguesia de Cabanelas à A3, o “que permite potenciar também a criação de emprego, pela proximidade a grandes áreas urbanas do Norte de Portugal e da Galiza”, finalizou José Morais.

Print Friendly

Comentários

Siga-nos!

RSS
Follow by Email
Facebook
YouTube

Última edição

Já nas bancas!

Publicidade