Fernando Pimenta não revalidou o título mundial na República Checa
Fernando Pimenta não revalidou o título mundial na República Checa
Desporto Região

Canoagem. Fernando Pimenta “desolado” perdeu o ouro por 239 milésimos nos Mundiais de Velocidade

Fernando Pimenta, canoísta do CN Ponte de Lima, venceu hoje a medalha de prata ao serviço da Seleção de Portugal no Campeonato do Mundo de Velocidade, que se realiza na República Checa, melhorando assim a prestação de 2015, onde venceu o bronze.

O limiano foi segundo na final dos 1000 metros (K1), a apenas 239 milésimos de segundo do ouro, conquistado pelo alemão Tom Liebscher, que ultrapassou Pimenta já na reta final da prova.

“É a alegria da medalha, de ser vice-campeão do Mundo. E a angústia de não ter conseguido ser campeão do Mundo. Fiquei a 239 milésimas da medalha de ouro. Só tenho de estar de consciência tranquila. Tenho a certeza de que eu e o meu treinador fizemos o possível para um bom resultado”, disse o atleta no final da prova.

“O objetivo era tentar igualar o feito de 2015 no apuramento olímpico com medalha de bronze. Felizmente conseguimos melhorar esse resultado”, acrescentou ainda o limiano, que estava atento ao checo Jozef Dostal, vice-campeão olímpico, que terminaria em terceiro, não percebendo que o rival alemão vinha de trás com uma fortíssima ponta final.

“Não tinha a noção do resto, estava focado na minha prova. Só a partir dos 500 metros vi que estava alguém ao meu lado, o checo. Tentei acelerar para tentar forçar, pois sabia que ele podia ser mais rápido no fim. Nos metros finais ganhei-lhe terreno e tentei dar o máximo e não desequilibrar, pois as forças já não era muitas. Infelizmente não me apercebi do atleta alemão”, vaticinou o atleta, visivelmente aborrecido por ter “perdido” o ouro.

 

FotosFernando Pimenta Bronze Rep Checa: FP Canoagem

Print Friendly

Comentários

Siga-nos!

RSS
Follow by Email
Facebook
YouTube

Última edição

Já nas bancas!

Publicidade