PS Comissão Eleitoral 3
Vila Verde

Autárquicas. Martinho Gonçalves quer código deontológico para os autarcas

Centenas de candidatos do Partido Socialista reuniram-se na quinta-feira à noite para debaterem a campanha eleitoral em curso, avança o PS de Vila Verde em comunciado.

Martinho Gonçalves, líder da candidatura à Assembleia Municipal, apelou à “mobilização das equipas em torno de uma campanha de ideias e de ideais, virada para os vila-verdenses e as suas reais necessidades, para a resolução dos seus problemas” e para a construção de “soluções que façam do concelho um dos melhores para se viver em Portugal”.

No entender de Martinho Gonçalves, que regressa à vida política ativa ao fim de mais de uma década de afastamento, o PS deverá ainda contribuir para essa mudança de comportamentos e aprovar um Código Deontológico para ser respeitado e cumprido pelos seus autarcas que forem candidatos e eleitos nas listas do partido. E deve, na sua opinião, “desafiar os outros partidos a seguir a mesma orientação”.

Para Martinho Gonçalves, um autarca que seja constituído arguido por crimes cometidos no exercício de funções públicas, com medidas de coação para além do Termo de Identidade e Residência, deverá determinar a suspensão de funções. Por outro lado, a acusação em processo crime por esses mesmos crimes deverá determinar a demissão do cargo.

No que toca à transparência da ligação ao sector económico, Martinho Gonçalves defende que “mais transparência nos Contratos de Ajuste Directo e que “os ajustes diretos feitos pela Câmara deverão ser obrigatoriamente divulgados através do sitio informático da autarquia para que todos possam concorrer e apresentar preços”.

José Morais acusa PSD de campanha vergonhosa

“Uma campanha que se quer séria, honesta e que seja pautada pela elevação e pela contribuição para o debate de ideias, o que não tem acontecido por parte do principal adversário do PS”, disse José Morais, candidato à Câmara de Vila Verde pelos socialistas.

No entender de José Morais, a forte adesão “mostra que as equipas estão determinadas em alcançar uma mudança que faça de Vila Verde um concelho melhor para as pessoas viverem”. “Demonstra motivação e empenho na realização de uma campanha pela positiva, de compromissos, de apresentação de propostas concretas capazes de colocar Vila Verde entre os melhores de Portugal, mas também de centrar a política nas pessoas, devolvendo Vila Verde aos Vila-verdenses”.

O candidato do Partido Socialista à Câmara de Vila Verde diz que o PS faz uma campanha  “sempre pela positiva, sem tocar em assuntos graves da ordem do dia, como são os graves problemas judiciais com se debate o candidato do PSD, se continue a assistir por parte dessa candidatura de ataques mais baixos e vergonhosos de que há memória para tentar denegrir a minha imagem, da minha família e de todos os que dão a cara pelo PS”, disse José Morais.

“Demonstra que não conseguem responder à nossa campanha, que não conseguem contrapor o nosso discurso com ideias igualmente válidas para melhorar a vida dos vila-verdenses”, apontou ainda o candidato socialista.

Print Friendly

Comentários

Siga-nos!

RSS
Follow by Email
Facebook
YouTube

Última edição

Já nas bancas!

Publicidade