MCC 6
Destaque Vila Verde

Cabanelas. Ai está o movimento independente liderado por Carlos Cunha

O Movimento Cidadãos por Cabanelas apresentou-se no passado sábado, no salão da junta de freguesia, como lista independente às próximas autárquicas, em Cabanelas.

Liderada por Carlos Cunha, que até já pertenceu à junta de freguesia, a lista não começou a campanha da melhor maneira, tendo alguns problemas com o pároco local, Dayakar Thumma.

Segundo Carlos Cunha, que não presenciou a cena, elementos da sua lista terão sido maltratados pelo padre quando estavam a distribuir panfletos à entrada do recinto da Agridoce, em frente à igreja paroquial. O pároco não terá gostado e, segundo testemunhas, queimou os panfletos.

Ao V, Carlos Cunha desvalorizou a situação. “O senhor padre ficou chateado porque lá não queria que estivéssemos ali mas não precisava de reagir dessa forma”, indicou o candidato, entusiasmado com o “ar renovado” que a lista que lidera pode trazer a Cabanelas.

“Criar uma zona industrial em São Gens. Fazer uma resenha histórica dos usos e costumes da freguesia. Criar o apoio ao jovem agricultor. Construir uma casa mortuária”; são algumas das obras que esta candidatura pretende fazer em Cabanelas.

Com apresentação perante meia centena de pessoas, e com direito a animação musical por Miguel Oliveira, a candidatura encabeçada por Carlos Cunha promete “disponibilizar internet grátis a todos os habitantes da freguesia, criar um gabinete de apoio ao cidadão, criar um espaço multidesportivo, arranjar a praia fluvial, dotar a freguesia de um centro de apoio domiciliário, creche e atl, disponibilizar incentivos a natalidade e criar rastreios clínicos semestrais.

Na rede viária, a lista pretende reinvindicar junto das Estradas de Portugal um radar de controlo de velocidade com sinal vermelho junto ao centro escolar e a criação de uma passadeira junto á fonte da Nabaça.

Outra das medidas em destaque é a criação de ilhas ecológicas para recolha de lixo e monos, melhorar os caminhos rurais para acesso dos agricultores e restaurar e limpar o património histórico da freguesia.

*Notícia atualizada às 21:19

Print Friendly

Comentários

Siga-nos!

RSS
Follow by Email
Facebook
YouTube

Última edição

Já nas bancas!

Publicidade