DSC_0136
Cultura Destaque Vila Verde

Vila Verde. Festa das Colheitas está de volta com 6 horas de TVI

A Festa das Colheitas de Vila Verde / XXVI Mostra de Produtos Regionais está aí à porta e promete levar vila-verdenses e visitantes numa emocionante aventura à descoberta da riqueza da cultura popular e da genuína tradição minhota. De 04 a 08 de outubro, a Praça das Comunidades Geminadas (vulgo Campo da Feira) espera a visita de dezenas de milhares de pessoas, que chegam a Vila Verde para viver experiências únicas e inesquecíveis. Para saborear os produtos frescos do campo e a deliciosa gastronomia regional, apreciar o artesanato e os espetáculos de música ao vivo. Para se deixarem envolver por um ambiente de festa, alegria e confraternização. A edição de 2017 da Festa das Colheitas foi apresentada ao público durante a manhã de hoje, 21 de setembro, nos Paços do Concelho de Vila Verde.

Presente na sessão, o presidente do Município de Vila Verde começou por sublinhar que a Festa das Colheitas é o ponto mais alto e o evento âncora que levou à criação da programação alargada Na Rota das Colheitas, que se estende de agosto a novembro em 35 iniciativas de promoção e divulgação da cultura minhota e do território vilaverdense. “A Rota das Colheitas é composta por eventos de grande sucesso que anualmente atraem milhares de visitantes a Vila Verde. Há um grande envolvimento das entidades locais [associações, instituições, empresas, juntas de freguesia…], que ajudam a valorizar os produtos e saberes locais, a gastronomia regional e a tradição”, afirmou António Vilela.
Honrar o passado e projetar o futuro

Nas palavras do edil, a XXVI Feira Mostra de Produtos Regionais apresenta “um cartaz atrativo e apelativo, que traduz as vivências do Minho e a forte ligação do concelho ao seu passado, transmitindo estes saberes às gerações mais jovens”. António Vilela prosseguiu sublinhando que o orgulho vincado nas suas raízes não impede o concelho de continuar a progredir e prosperar. Vila Verde também tem os olhos postos no futuro, criando uma aliança harmoniosa entre tradição e modernidade. “Durante o último quadro comunitário, o concelho de Vila Verde foi um dos que captou mais jovens agricultores e em diversas áreas da agricultura. Durante os últimos quatro anos, assistimos também à instalação de várias indústrias no concelho. No total, foram criadas 500 novas empresas de setores muito diversificados. Uma dinâmica notável no território, impulsionada pela estratégia municipal de captação de investimento, que inclui a isenção de taxas municipais e benefícios fiscais para as indústrias que se estabeleçam no concelho”, referiu o presidente do Município.

TVI leva a Festa das Colheitas ao país e ao mundo

De seguida, coube à vereadora do pelouro da Cultura dar a conhecer as mais de 40 iniciativas que compõem o certame. Júlia Fernandes apresentou um programa que se assume como um “hino ao mundo rural, à nossa cultura e tradição”. Uma vez mais, o que de melhor se faz em Vila Verde será difundido em grande destaque para o país e o mundo através da emissão de seis horas da TVI a partir do recinto, no próximo dia 08 de outubro. A vereadora prosseguiu sublinhando que se trata de um programa abrangente e inclusivo, com atividades para todas as faixas etárias. A maior novidade é a noite de desgarrada, um hino à música popular do Minho que vai levar ao palco uma dezena de tocadores e cantadores, que prometem uma noite extremamente divertida e animada. Júlia Fernandes revelou ainda que este ano foi aumentada a já ampla e diversificada oferta do recinto, que conta agora com um total de 177 expositores dos mais variados setores de atividade (artesanato, gastronomia, produtos agrícolas, máquinas agrícolas, queijo, fumeiro…).

Mais de 40 iniciativas em cinco dias consecutivos

Nota de particular relevo para algumas das mais emblemáticas atividades Feira Mostra de Produtos Regionais. A Festa do Caurdo, com mais de 20 variedades produzidas pelos grupos folclóricos locais, a Feira Tradicional ‘Reviver o Passado’, onde se comercializam produtos locais de grande qualidade, os concursos das Colheitas (broa, mel, doces típicos, artesanato e pecuário) e o Festival Gastronómico, com os mais afamados pratos da gastronomia minhota. As recriações fiéis de práticas agrícolas tradicionais (magusto, pisada de uvas, desfolhada de milho e espadelada de linho), os espetáculos de música ao vivo, o artesanato (que atrai artesãos de todo o país e da vizinha Espanha), a Corrida a Cavalo, a Festa do Cogumelo, os encontros nacionais de tocadores de cavaquinho e de tocadores de concertina, entre muitos outros.

Print Friendly

Comentários

Siga-nos!

RSS
Follow by Email
Facebook
YouTube

Última edição

Já nas bancas!

Publicidade