DSC_0601
Vila Verde

Autárquicas. Nuno Oliveira apresentado como candidato do PS em Escariz

“Mais do que a candidatura do PS ou de José Morais, esta é a candidatura da mudança, dos que querem mais e melhor, feita por cada vez mais vilaverdenses insatisfeitos com o destino que leva o nosso lindo concelho”. Foi com estas palavras que José Morais, candidato do PS a presidente da Câmara de Vila Verde, começou por se dirigir aos escarizenses que, ontem à noite, estiveram no auditório da Sede da Junta de Escariz S. Martinho, para a apresentação da equipa de Nuno Oliveira, candidato socialista na União de Freguesias de Escariz (S. Martinho e S. Mamede).

“Todos nós sabemos que é possível fazer muito mais. Que o concelho e as freguesias merecem melhor. Por isso, agradeço-vos a coragem, por este esforço de mudança. Esta vontade de fazer história e de devolver Vila Verde aos vila-verdenses”, sublinhou.

Passando à concretização das medidas e ideias para o concelho e para a União de Freguesias de Escariz, José Morais frisou a importância e a “prioridade máxima” em “desenvolver significativamente a rede de saneamento”. Por entre os presentes, foi praticamente unânime a convergência com essa meta traçada por José Morais, uma vez que se trata de uma “carência evidente” na União de Freguesias. “Os escarizenses merecem a mesma dignidade e qualidade de vida que outros vila-verdenses que residem nos centros urbanos do Concelho”, reforçou.

Outro dos temas em foco e no centro da conversa foi o emprego. José Morais abordou a medida de apoio ao emprego jovem, que passa pela atribuição, anual, de apoios até meio milhão de euros, para os jovens que apresentem projetos de criação de empresas no concelho de Vila Verde. “Combater o desemprego jovem tem que ser uma prioridade para qualquer sociedade. O Município de Vila Verde não pode ficar indiferente ao flagelo que afeta tantas famílias no nosso concelho e que leva a que, muitas vezes, vejamos os nossos jovens partirem para o estrangeiro ou para grandes cidades à procura de uma oportunidade de trabalho”, justificou, lembrando que a zona Sul poderá ganhar nova atratividade empresarial com a concretização da nova variante à EN201 e ER205, projeto estruturante assumido pela candidatura de José Morais. “Além de facilitada a mobilidade entre parques industriais e empresariais, a zona sul do concelho, e Escariz em concreto, sairá altamente beneficiada com um novo nó de acesso à Autoestrada, pelo qual iremos lutar junto do Governo central”, explicou.

A este propósito, José Morais agradeceu, ainda, e sublinhou a importância do esforço e do contributo dado, em tempos, por Martinho Gonçalves – candidato do Partido Socialista a presidente da Assembleia Municipal de Vila Verde – para a criação de uma nova ligação da zona sul do concelho à cidade de Braga, nomeadamente com a construção da nova ponte de Prado. “Com o apoio de todos os vilaverdenses, nomeadamente das pessoas destas freguesias, conseguimos colocar-nos agora, em Braga, em pouco mais de 5 minutos. Desde então para cá, nada mais de significativo foi feito por estas populações e freguesias do Sul”, disse.

A agricultura e o mundo rural também foram abordados nesta sessão, com José Morais a anunciar a criação de um “Conselho Municipal de Agricultura, que englobará todos os agentes concelhios que trabalhem no setor”, entre os quais associações de agricultores, cooperativas agrícolas, associações de produtores, empresários agrícolas e demais agentes ligados ao setor. Além disso, considerá importante “construir instalações, ou adaptar instalações já existentes, para o funcionamento de um mercado agrícola na sede do concelho”. “Cuidar dos caminhos agrícolas garantindo a sua segura transitabilidade durante todo o ano e proceder à abertura de novos caminhos, aonde tal se mostre fundamental para as explorações agrícolas deles carecidas” são outras das medidas propostas.

A terminar, Nuno Oliveira, candidato do PS a presidente da Junta da União de Freguesias de Escariz (S. Martinho e S. Mamede) agradeceu o apoio dos presentes e afirmou que tal moldura humana “responsabiliza ainda mais” a sua equipa, mas que em simultâneo “também motiva mais”. “Iremos lutar e trabalhar diariamente, com seriedade, pela melhoria da vossa qualidade de vida e pelo futuro da nossa terra, da qual nos orgulhamos imenso e pela qual não pouparemos esforços”, concluiu.

Print Friendly

Comentários

Siga-nos!

RSS
Follow by Email
Facebook
YouTube

Última edição

Já nas bancas!

Publicidade