Criador de Cavalos
Braga Destaque Região

Legislação. “Braga para Todos” quer que cavalos sejam considerados animais de companhia

O movimento cívico bracarense “Braga para Todos” juntou-se às associações Movimento Movido a 4 Patas e Their Voice Portugal que numa iniciativa conjunta, decidiram criar uma petição online, que tem como objetivo o melhoramento das leis de proteção de equídeos, estando previsto, durante o próximo fim de semana, ações de rua para sensibilização e recolha de mais assinaturas, que já ascendem as 7200.

Estas ações terão lugar dia 15 de outubro entre as 15:00 e as 17:00, com o apoio das associações locais. Abandoned Pets, CAPA e Saquetas de Rua, e realizam-se em Braga, na Av. Central, e ao mesmo tempo em Lisboa, Amadora, Faro, Porto, Braga e Évora.

“Esta iniciativa surge da necessidade de mudar a realidade chocante e inaceitável em que vivem tantos equídeos por todo o país, e que passa por todos os tipos de maus tratos. Desde fome, sede, falta de abrigo, violência física extrema e abandono, muitas vezes estes animais, de tão grande nobreza, sofrem até ao último sopro de vida”, avança o movimento através de comunicado.

“Por todo o país, há cavalos sujeitos a maus-tratos, abandono, abate”. A denúncia é do Movimento Movido a Quatro Patas, que no passado dia 3 lançou a petição “Melhoramento das leis para proteção de equídeos”, com vista à alteração da lei n.º 69/2014 de 29 de agosto.

Nos últimos 4 anos a associação Their Voice Portugal resgatou mais de três mil cavalos em Portugal. Segundo o movimento cívico, “a lei define que os equídeos são animais de pecuária. Mas essa era a realidade há 50 ou 100 anos, um cavalo que viva numa quinta não deixa de ser um animal de companhia porque não está dentro de casa”.

“A lacuna existente na lei permite aos proprietários, viver na impunidade”, assume ainda o movimento, acusando “as autoridades competentes” de não ter a “capacidade de resposta e na maioria dos casos ignoram o apelo das associações”:

“É fundamental que haja uma revisão da lei em vigor para que a dignidade e bem-estar destes animais seja assegurada”, finaliza o movimento.

Print Friendly

Comentários

Siga-nos!

RSS
Follow by Email
Facebook
YouTube

Última edição

Já nas bancas!

Publicidade