Foto: Facebook/Duarte Prestes
Foto: Facebook/Duarte Prestes
Destaque Vila Verde

Crime. Empresário de Moure terá sido degolado com um tiro no pescoço

António Costa, de 52 anos, que foi ontem encontrado cadáver dentro da própria carrinha (uma Mercedes de 9 lugares), nas imedeações do Motel Horly, em Palmeira, Braga, terá sido degolado com recurso a uma arma de fogo.

Segundo avança o Jornal de Notícias, as feridas no pescoço, que foram a provável causa da morte do empresário de Moure, terão sido provocadas por um tiro.

Primeiras informações oficiais avançadas pela GNR durante o dia de ontem eram as de que o homem teria sido degolado com um “objeto contundente”.

António Costa, casado e pai de quatro filhos, vivia na freguesia de Moure, junto ao restaurante Eucalipto, e era empresário do ramo da construção civil, dedicando-se a terraplanagem e desaterros.

Segundo informações recolhidas ontem pelo V, junto de um primo, o homem teria alguns conflitos com grupos organizados que poderão ter levado a este desfecho.

Print Friendly

Comentários

Tags

Siga-nos!

RSS
Follow by Email
Facebook
YouTube

Última edição

Já nas bancas!

Publicidade