llagarta
Braga Destaque

Braga. “Baixo nível de gravidade”, diz empresa que forneceu refeição com lagarta

Continua a polémica à volta do vídeo que circulou nas redes sociais onde uma aluna da Escola André Soares, em Braga, mostrava uma lagarta a “passear” livremente no prato que lhe tinha acabado de ser servido na cantina da escola.

Depois de condenada a situação por parte da escola e dos encarregados de educação, desta vez foi a empresa responsável pelas refeições a falar da situação, referindo-se à mesma como “um incidente” cuja gravidade é de “baixo nível”.

A empresa em questão, Uniself, disse que o “incidente” é de “baixo nível de gravidade se ponderada a avaliação do risco envolvido”.

Mas a direção da Escola André Soares não concorda e aponta “dedos” à falta de funcionários na cantina. Segundo a diretora, Graça Moura, “a situação da alface mal lavada é o reflexo da falta de funcionários que a empresa ao serviço do refeitório tem”.

Print Friendly

Comentários

Siga-nos!

RSS
Follow by Email
Facebook
YouTube

Última edição

Já nas bancas!

Publicidade

Publicidade