tibaes5
Braga Destaque

Tradição. Magusto no Mosteiro de Tibães contou com alunos estrangeiros da UMinho

A população de Mire de Tibães voltou a aderir em grande número ao magusto organizado na noite do passado sábado pela Junta de Mire de Tibães, que contou com a colaboração do Mosteiro de Tibães.

A iniciativa voltou a decorrer na antiga cozinha do Mosteiro e não faltaram as castanhas, o vinho e a animação popular com os cantares do Rancho Folclórico de S. Martinho de Tibães. O magusto acabou por se tornar uma atividade multicultural, dada a participação dos alunos do Curso de Português Língua Estrangeira, da Universidade do Minho.

Em dia de S. Martinho, a noite voltou a ser de festa em Mire de Tibães. O calor da lareira e dos afetos preencheu a antiga cozinha do Mosteiro de Tibães onde outrora foi praticada caridade pelos monges com a preparação de alimentos para distribuição pela população. Por iniciativa do Executivo da Junta de Freguesia de Mire de Tibães, com o apoio do Mosteiro, o magusto que há tempos se realizava ao ar livre, passou a acontecer ao calor da lareira. Ainda antes do magusto, realizaram-se os habituais atos religiosos com a celebração de uma Eucaristia na igreja do Mosteiro de São Martinho de Tibães.

Mas esta edição acabaria por se tornar uma partilha de experiências culturais, contando com a participação de dezenas de alunos estrangeiros, que no âmbito das comemorações dos 25 anos do Curso de Português Língua Estrangeira, também participaram no evento.

“Temos um programa de 25 atividades. Esta é uma delas, o magusto, que queríamos fazer em Mire de Tibães. A responsável pelo Mosteiro de Tibães acabou por nos anexar a esta atividade promovida pela Junta de Freguesia, tornando esta atividade mais simpática, mais popular e mais agradável. Este contacto com a população veio por acréscimo e soube bem porque é sempre algo de pitoresco”, explicou Henrique Barroso, responsável pelos cursos de português língua estrangeira e língua materna do Babelium, Centro de Línguas do ILCH da Universidade do Minho.

Por sua vez, José Magalhães, presidente da Junta de Freguesia de Mire de Tibães, explicou que a iniciativa está a crescer de ano para ano.

“Temos vindo a realizar esta atividade todos os anos e verificado que a população tem aderido em grande número. O São Martinho é vivido de forma especial em Mire de Tibães e a prova disso é a vontade demonstrada por pessoas que não são da freguesia em participar nesta iniciativa. A Junta continuará por isso a apostar na preservação dos costumes e tradições de Mire de Tibães”, disse.

Print Friendly

Comentários

Siga-nos!

RSS
Follow by Email
Facebook
YouTube

Última edição

Já nas bancas!

Publicidade

Publicidade