Theatro Circo
Braga Destaque

Tribunais. Theatro Circo recusa pagar danos futuros de criança que caiu no fosso

Não há acordo entre os pais da criança que caiu ao fosso de orquestra do Theatro Circo e a administração daquele espaço. O caso remonta a 2010 quando a criança, e durante o intervalo, caiu de uma altura de quase 10 metros no fosso junto ao palco que estava tapado com um pano preto sem qualquer sinalização. A criança estaria a brincar no corredor a acabou por cair.

A indimnização inicial estava estipulada em 147 mil euros, valor que os pais estarão dispostos a baixar, assegurando no entanto que qualquer mazela psicológica ou física que o menino possa a ter no futuro derivado à queda deve ser incluído no acordo, algo com a qual a administração do Theatro Circo não concordou.

O caso segue agora para julgamento no Tribunal Cível de Braga.

Print Friendly

Comentários

Siga-nos!

RSS
Follow by Email
Facebook
YouTube

Última edição

Já nas bancas!

Publicidade

Publicidade