rua santo isidro
Destaque Vila Verde

Vila Verde. Ataque de cão Labrador em terreno privado deixa mulher em estado grave

Uma mulher de 62 anos ficou esta tarde com ferimentos considerados graves depois de ter sido mordida por um cão, dentro de uma propriedade privada, na freguesia de Sabariz, em Vila Verde, avançou ao V fonte das autoridades.

O acidente deu-se numa propriedade na Rua de Santo Isidro, em Sabariz, por volta das 12h, depois da mulher entrar na propriedade de um vizinho para apanhar fruta de algumas árvores.

Pelo que foi possível apurar, já por várias vezes a vítima tinha feito esta atividade sem que o cão tivesse causado qualquer problema, uma vez que estaria sempre amarrado por uma corrente, algo que não aconteceu desta vez porque o animal ter-se-à soltado.

A mulher, com 62 anos, acabou por ser mordida numa perna e num braço, ficando com ferimentos considerados graves. O marido da vítima ainda a transportou de carro alguns metros mas acabou por se cruzar com a emergência.

No socorro estiveram os Bombeiros de Vila Verde que transportaram a mulher para o Hospital de Braga com feridas abertas mas também fraturas nos membros, o que indica que foi mordida até ao osso.

Segundo Luís Morais, segundo-comandante dos Bombeiros de Vila Verde, a mulher terá fraturas “em pelo menos um dos membros” afetados.

Militares do Núcleo de Proteção Ambiental do SEPNA (GNR) estiveram no local e solicitaram a intervenção da veterinária municipal que levou o animal e o colocou em quarentena.

Fonte do SEPNA indicou ao Semanário V que a quarentena é um procedimento habitual para que se possam fazer exames ao animal, de forma a despistar eventuais doenças que o mesmo possa ter e que acarretem riscos acrescidos para a vítima.

A mesma fonte realça que o ataque foi efetuado por um animal de raça que não é considerada perigosa e que o mesmo ataque se deu em propriedade privada onde o animal costuma estar habitualmente, sendo que foi registado o auto do acidente.

A mulher está internada no Hospital de Braga com ferimentos graves, mas não corre perigo de vida, tendo sido já sujeita a exames médicos.

Print Friendly

Comentários

Siga-nos!

RSS
Follow by Email
Facebook
YouTube

Última edição

Já nas bancas!

Publicidade